Um pedaço da cidade de Suzano com cara nova

Quem chega a Suzano de trem, viajando num dos vagões dos trens espanhóis, além de curtir durante o período do verão o real benefício do ar condicionado, encontra no trem assentos que permitem um repouso mais agradável. Após décadas de sufoco como usuário da linha férrea, quando eu permanecia fechado num espaço bem restrito do vagão, num embate com outros viajantes, finalmente a viagem se tornou mais respeitável.
Além disso, ao chegar à Estação de Suzano, os passageiros se deparam com uma invejável e grande estrutura construída no ponto mais estratégico da cidade.
São milhares de usuários, que durante o dia, sobem e descem pelas escadas rolantes da nova Estação, sem apuros e apertos, mas com simplicidade triunfal caminham com pequenos passos ou com passos gigantes.
É um formigar de gente, cada qual com seu rosto, sua história, seu destino. Ao sair da Estação do lado do Terminal de ônibus ou do lado da Rua Prudente de Moraes, os passageiros se dispersam à procura de ônibus, vans, taxis, ou carros de família, para voltar às suas casas. Levam consigo a complexidade da vida cheia de problemas, desafetos, enganos, mentiras, lutas, esperanças e conquistas, toda uma história a ser partilhada no lar. Na saída da Estação, no caminho à sua frente, os usuários caminham com passo leve, seguro e rápido em cima de calçadas planas, lisas, sem asperezas na superfície e simétricas. As novidades de uma cidade com cara nova terminam aqui.
O prefeito Rodrigo Ashiuchi, segue no seu trabalho, indicando o caminho que levará Suzano a um novo patamar de crescimento.
Esta é a esperança de todos os suzanenses, que vivem em ansiosa caminhada por não saber se Suzano está no rumo certo para crescer. A Estação está de cara nova, agora é só esperar que também a cidade fique com cara nova.
O prefeito persegue como nunca, novas parcerias, novos investimentos, novas aberturas ao mercado e aos empreendedores locais e estrangeiros.
A cidade engatinha e avança de forma persistente. A Estação, imponente e moderna, é o novo cartão postal de Suzano. Agora a população precisa de segurança e bem estar, de ordem e progresso.
Há sonhos teimosos na cabeça do povo. Será que esta Administração é capaz de realizar tudo o que o povo sonha? Na correnteza da vida, no dia a dia do cotidiano, o povo vive no tormento pela falta de recursos e acuado por toda essa turbulência política.
O desafio é encontrar um jeito de lidar com as realidades sociais de maneira criativa, honesta, corajosa, prática e competente, sem olhar para o próprio umbigo e os próprios interesses .
O povo quer um milagre para Suzano. Porém, já seria suficiente um humilde salto qualitativo, com a certeza de que a esperança de novos avanços, que quanto mais inesperados, tanto mais são esperados. Com toda certeza o futuro é desafiador, porque o que mais o povo espera é ver os políticos trabalhar com honestidade, transparência e responsabilidade entre a palavra dada na Campanha eleitoral e a capacidade de praticá-la.