Endereço: www.diariodesuzano.com.br/noticia.php?id=263444

Data da impressão: 24 de julho/2014

24 de julho/2014

Ed.9884

PM do 32° Batalhão é morto a tiros em Ferraz

Diário de Suzano ed.: 9237 - 24 de junho de 2012



Um policial militar (PM) que atuava no 32º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) de Suzano foi morto com diversos tiros ontem de madrugada em Ferraz de Vasconcelos. O cabo Joaquim Cabral de Carvalho atuava há pelo menos 28 anos na corporação.
Ele foi alvejado com entre sete a oito tiros na Rua Godofredo Osório Novais, altura do número 450, por volta das 5h55 deste sábado. O local do assassinato fica em frente à garagem de uma empresa de transportes.
Segundo informações de PMs que registraram a ocorrência, o cabo Cabral estava de folga e tomava um café em uma barraca em frente à garagem quando foi surpreendido por dois bandidos armados. Os criminosos fugiram a pé inicialmente, mas depois entraram em um carro onde ainda havia um homem e uma mulher. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia (DP) da cidade e, além de ser investigado pela Polícia Civil, será apurado pela Corregedoria da PM.
O cabo chegou a ser socorrido ao Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, mas não sobreviveu. O policial era casado e deixa quatro filhos.
Seu corpo foi velado durante toda a noite de ontem no Ginásio Municipal de Esportes Marcílio Guerra, no Centro. Dezenas de PMs estiveram presentes para prestar solidariedade, assim como familiares e amigos. O enterro do policial acontece hoje, às 11 horas, no Cemitério da Saudade.
O porta-voz do 32º BPM/M, capitão Carlos Rodrigues, disse que a corporação já teria algumas pistas dos bandidos. "Já começamos uma linha de investigação", atentou. Imagens do circuito de segurança de empresas próximas ajudam na identificação dos criminosos, que teriam recebido auxílio de mais um homem e uma mulher para fugir.
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) se pronunciou por meio de nota dizendo que a PM estaria muito perto de prender os bandidos.
O capitão complementou, dizendo que desconhecia qualquer ameaça que o cabo possivelmente estaria sofrendo. Ele, inclusive, enalteceu a atuação de Cabral. "Ele era um excelente policial. Inclusive, foi premiado por seus trabalhos em 2011. Ele efetuava diversas prisões em flagrante. Era muito querido não só pela PM, mas também pela comunidade. Hoje já recebemos diversas ligações de gente querendo saber se era verdade".



   



Enquete

Você é a favor da elevação de Suzano à estância turística?

Canais rede ds

Horóscopo

Publicidade


Colunas do dia

Meio perdão não é perdão

Um homem foi visitar o sábio do vilarejo. Sua consciência o...

Rede DS de Comunicação - Todos os direitos reservados