Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Quinta 27 de Julho de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/07/2017
mrv
em Suzano

Policial militar atira e mata suspeito de furto após ser atacado

De acordo com a Polícia Militar (PM), um segundo homem foi detido

Por Marcus Pontes - De Suzano17 JUL 2017 - 11h16
Resquícios do caso eram encontrados no terreno, onde há vasta vegetaçãoFoto: Sabrina Silva/Divulgação

Um policial militar foi atacado quando procurava por um suspeito de furto na madrugada desta segunda-feira (17), em Suzano. Houve luta corporal, onde o militar precisou atirar duas vezes para impossibilitar que tivesse a arma roubada. O corpo do homem ainda não foi identificado, e permanece no Instituto Médico Legal (IML) do município.

A princípio, os policiais foram acionados por causa de um furto a uma escola particular no Jardim Urupês. Quando chegaram ao local, nenhum criminoso foi localizado. No entanto, o responsável pela unidade de ensino disse por onde os suspeitos poderiam ter fugido, além de fornecer imagens de monitoramento para assegurar a identificação da dupla. 

Os policiais deram início ao patrulhamento no bairro. E conseguiram encontrá-los, na Rua Caboclos. Na ocasião, o homem viu um terreno baldio e aproveitou a vegetação alta para tentar fugir. Contudo, um policial o seguiu.

A partir daí, o desfecho da  invasão seguida de furto à escola particular tornou-se outro. Isto porque ao procurar pelo suspeito, o policial militar foi atacado. Foram minutos de luta corporal, inclusive sendo preciso uma tentativa de imobilizar o acusado com um golpe chamado 'mata leão'.

Em dado momento da luta, o militar precisou soltar o suspeito, já que recebeu uma forte mordida na mão. A reação do acusado foi de levantar-se e tentar pegar a arma do PM, que precisou atirar duas vezes visando interromper às agressões sofridas. 

Na comunicação do crime, o PM afirmou que viu o suspeito dando dois passos para trás e caindo sem sinais vitais. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Um segundo suspeito da invasão a escola chegou a ser preso, de acordo com o registro do caso. A ocorrência foi comunicada à Corregedoria da Polícia Militar, uma vez que houve a reação do policial onde resultou na morte de um criminoso. 

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias