Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 28 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo

Artista Juliano Gauche lança 2º disco

06 FEV 2016 - 07h00

"Doutor, ele está deprimido. De repente, não consegue fazer mais nada", diz a mãe, preocupada. "O que houve?", questiona o médico. O garoto, de uns 9 anos, responde com a eloquência característica dos protagonistas dos filmes de Woody Allen. "O universo está se expandindo. O universo é tudo e, se ele está se expandindo, um dia se destruirá e será o fim de tudo." O jovem Alvy Singer (que adulto é interpretado pelo próprio Allen) usa dessa descoberta para deixar de fazer os deveres de casa. O pessimismo paranoico do filme Noivo Neurótico, Noiva Nervosa (1977) é só uma forma de encarar o fim de tudo. Juliano Gauche, artista nascido no lado mineiro da fronteira do Estado com o Espírito Santo, embora se considere capixaba, prefere encarar o apocalipse dançando.

Desta forma, ele abre o disco “Nas Estâncias de Dzyan”, o segundo da sua carreira solo (depois de três com a boa banda Solana e outro no qual interpretava a obra do genial Sérgio Sampaio). A canção-título, que pode ser ouvida no portal do jornal O Estado de S.Paulo, representa esse flerte com a destruição, sem pessimismo. "Como eu ia saber se tudo começou sem mim com hora para acabar?", questiona o primeiro verso da música que abre o trabalho. O conformismo também está ali. É desnecessário lutar contra o inevitável, afinal. "Por favor, me ajude a ficar por aqui, sem estragar muita coisa e, se possível, dançando."

O processo de composição de Gauche não tem início, meio e fim. Nada é determinado, ou contabilizado, pelo tempo. "É tudo uma grande progressão", ele diz. Por isso, não há limite entre o primeiro álbum dele, que levava seu nome e chegou ao público em 2013, e Nas Estâncias de Dzyan. Dessas nove músicas, algumas delas brotaram assim que Juliano Gauche, o álbum, foi finalizado "Só não componho quando estou gravando, porque as coisas se misturam", ele explica. "Assim que lanço um, já começo um novo."

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias