Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo

Atriz Maíra Charken fala dos desafios de substituir Monica Iozzi no 'Vídeo Show'

01 ABR 2016 - 08h00

Em seu primeiro dia no programa Vídeo Show, em 14 de março, Maíra Charken recebeu uma série de boas-vindas dos colegas da Globo, já devidamente acomodada na bancada ao lado de Otaviano Costa. Entre elas, a do ator Rodrigo Santoro, que cometeu uma gafe ao vivo e a chamou de Maiara. Rápida no gatilho, Maíra devolveu: "Você pode me chamar de qualquer coisa: de meu bem, de meu amor". Maíra mostrava ali a que veio. Com a dura missão de substituir a elogiada antecessora Monica Iozzi, que se despediu da atração no dia 12 de fevereiro, a nova apresentadora passou pela prova de fogo da primeira semana de programa com leveza e bom humor. "Foi a melhor semana da minha vida. Sou uma pessoa ansiosa e, se estou vivendo uma coisa importante, minha cabeça não para. E perco tudo: a fome, o sono, porque só fico pensando naquilo. Mas agora tudo voltou ao normal", garante a também atriz, humorista, bailarina e cantora, de 36 anos.

Sobre as inevitáveis comparações com Iozzi, Maíra diz que já estava preparada para isso. "Qualquer pessoa que sentasse ali ia ser apedrejada. Então, relaxei, não tem o que fazer, e não vou largar o osso, não vou voltar atrás, não vou me frear, me julgar sob o olhar do outro. Vou fazer totalmente no feeling." Assim, sua preocupação com a nova empreitada foi e continua sendo a mesma de qualquer trabalho que a desafie: de querer agradar, de não decepcionar quem apostou nela. No caso do Vídeo Show, ela conta que não faz ideia de quem a tenha indicado para o teste para a vaga de apresentadora. A atriz palpita, no entanto, que talvez tenha chamado atenção após a boa repercussão que sua participação no programa teve em agosto do ano passado, quando ela ainda estava no ar na novela Babilônia, como a delegada Vera Morgado. À época, o folhetim estava na reta final e Maíra, bem-humorada, levou a Monica e Otaviano seu currículo, já que ficaria sem emprego, e aproveitou para invadir a bancada.

Maíra fez o teste para o Vídeo Show em novembro e, desde que foi anunciada a saída de Monica Iozzi, seu nome já vinha sendo cogitado - mas não confirmado pela Globo -, assim como os de outras artistas, como Fernanda Souza e Dani Calabresa. Ela diz que ficou sabendo que tinha sido escolhida havia algumas semanas, mas achava que só iria entrar no ar em abril. Qual não foi sua surpresa quando foi avisada numa quinta-feira que, na segunda-feira seguinte, iria fazer sua estreia no programa. "Tive um dia útil só para organizar tudo. Era todo mundo fazendo tudo. Mas foi bom."

Assim que a então apresentadora estreante surgiu na telinha, as redes sociais trataram de julgar seu desempenho. Houve quem a avaliasse como uma cópia de Iozzi, houve quem a cobrisse de elogios. Ela se preocupou em buscar um tom que a afastasse da imagem da antecessora? "Fui chamada por ser comediante, não posso mudar esse meu lado, e a linha do programa é essa. Não é a ideia mudar o programa, não tem o que inventar. Tem a coisa de pensar rápido, muitas coisas na hora, aí entra um convidado que a gente não sabia. Se me chamaram, sabem que aguento essa onda. Essa é a minha cara, eu vim de um grupo de improviso, de stand up, tudo acontecia na hora."

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias