Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID LAR
PMMC COVID SAÚDE

Banda Malta e cantor Almir Sater agitam Virada Cultural de Mogi

28 MAI 2016 - 08h00

A Banda Malta e o cantor Almir Sater são as grandes atrações da Virada Cultural de Mogi. O evento que começa hoje terá ainda apresentação de orquestra, música eletrônica, exibição de filmes e teatro. Ao todo serão 87 atrações, com 550 artistas envolvidos, espalhadas em oito palcos.

O palco principal novamente será montado no estacionamento do Ginásio Municipal Professor Hugo Ramos, local considerado adequado por conta da facilidade de estacionamento, a proximidade com o terminal de ônibus e estação de trem, além de evitar interdições no trânsito. Outra vantagem é poder utilizar parte das instalações do ginásio para o atendimento aos músicos, com a estrutura de camarins. Anteriormente, a Prefeitura havia cogitado colocar o palco principal na área central da cidade por conta da possível participação do Mogi/Helbor na final do Novo Basquete Brasil (NBB), mas como o time foi desclassificado a Secretaria de Cultura optou por realizar a programação principal no mesmo lugar do ano passado.

No palco principal, vão se apresentar as principais atrações enviadas à cidade pelo governo do Estado. Desta forma, ali, o público poderá conferir shows de artistas como Blubell, Karina Buhr, Supercombo, Rodrigo Ogi, Banda Malta, Mocadão, Cícero e do cantor e compositor Almir Sater, que fará o show de encerramento do evento, às 18h30 de amanhã.

A exemplo de anos anteriores, a abertura oficial será no Theatro Vasques, a partir das 18h30, com apresentação da Orquestra Sinfônica Minha Terra Mogi, regida pelo maestro Lélis Gerson. Na sequencia, o mesmo espaço receberá atrações como o coral Musicativa, uma intervenção de stand up comedy comandada por Varneci Nascimento, espetáculos de teatro adulto e infantil, circo e, finalizando a programação, a apresentação do coral Canarinhos do Itapety, seguidos pelo grupo do Rio de Janeiro, Passinho Brasil.

“A Virada Cultural de Mogi é a maior do Estado de São Paulo por uma série de fatores. Um deles com certeza é a segurança, que sempre foi marca do evento na cidade e neste ano não tenho dúvidas de que será novamente. A cidade está muito bem estruturada, no que se refere a recursos humanos e materiais, para receber mais uma edição de sucesso”, destacou o prefeito, Marco Bertaiolli (PSDB).

SEGURANÇA

A Prefeitura de Mogi das Cruzes informou que providenciou um amplo esquema de segurança, para garantir que o evento transcorra com tranquilidade, sem nenhuma grave ocorrência. Serão aproximadamente 200 profissionais, entre guardas municipais, policiais civis e militares, agentes de trânsito, agentes de fiscalização, seguranças particulares e brigadistas, atuando durante as 24 horas do evento.

Da Guarda Municipal, serão 110 profissionais e 10 viaturas. Já do Departamento de Fiscalização de Posturas, serão quatro profissionais e duas viaturas. A Unidade Móvel de Monitoramento ficará estacionada nas imediações do palco principal, que é o local com a maior previsão de público. A Polícia Militar (PM) atuará com um efetivo de aproximadamente 40 profissionais/dia e receberá reforço dos batalhões de Suzano e Itaquaquecetuba no período noturno.

TRANSPORTE

O sistema de transporte coletivo municipal atenderá à população em horários excepcionais, com ônibus saindo às 2h30 do Terminal Estudantes e cumprindo os itinerários dos principais corredores da cidade, como Avenida Japão/ Conjunto Santo Ângelo, Avenida Francisco Ferreira Lopes/ Jundiapeba, Avenida João XXIII/ Botujuru e Avenida Francisco Ribeiro Nogueira/ Taiaçupeba. Haverá ainda agentes de trânsito de plantão, para auxiliar motoristas e pedestres nas proximidades dos palcos.

Da parte da saúde, a população poderá contar com o posto médico no Ginásio Municipal de Esportes, que ficará aberto, haverá uma ambulância de plantão nas imediações do palco principal e, para toda e qualquer ocorrência, a Cure 192 estará operando normalmente, em regime de 24 horas. A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos também organizou um esquema de plantão, para a varrição de ruas e recolha do lixo no domingo, após as apresentações do sábado. No palco principal, Praça Flávio Furlan e Largo do Rosário haverá varredores atuando no período noturno.

A Virada Cultural Paulista de Mogi das Cruzes é a maior do Estado de São Paulo, após a da Capital paulista. Isso ocorre porque, além das atrações contratadas e enviadas pelo governo do Estado, a Secretaria de Cultura também contrata dezenas de artistas locais, que fazem a abertura de grandes shows e também comandam a programação de vários palcos. Esta é uma política que vem sendo adotada nos últimos anos. Das 87 atrações de 2016, 64 são artistas locais e 23 são do governo estadual e da parceria com o Sesc.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias