Envie seu vídeo(11) 4745-6900
segunda 24 de janeiro de 2022

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/01/2022
COVID CENTRO MÉDICO
PMMC PEDÁGIO CANCELADO
Centro médico influenza
Cultura

Coletivo promove sarau para ressignificar espaços em Ferraz

Objetivo é fomentar ações culturais com artistas da cidade e região do Alto Tietê

Por Matheus Cruz10 DEZ 2021 - 15h02
Coletivo promove sarau para ressignificar espaços em FerrazFoto: Sueliton Lima/Divulgação
Arte, cultura e ressignificação de espaços públicos. É com essas palavras que o “Coletivo revive!” pretende unir forças para fomentar o setor cultural de Ferraz de Vasconcelos. O grupo foi fundado neste ano e é formado por educadores e artistas da cidade. De forma autônoma e criativa, a ideia é ocupar espaços do município e ressignifica-los com arte e cultura gratuita.
 
Para abrir os trabalhos, o coletivo promove no próximo domingo (12) o “Sarau revive!”, que vai reunir artistas, poetas, educadores e pessoas que movimentam o setor cultural. O evento vai ocorrer às 15 horas no Beco Cultural, localizado na Avenida Brasil, 1031.
 
De acordo com o poeta e mediador literário Rafael Barboni, que é um dos fundadores do coletivo, o grupo nasce com a ideia de transformar o caráter de “cidade-dormitório”, e vai propor maior visibilidade ao cenário cultural de Ferraz.
 
“É um lugar muito estigmatizado, especialmente pela falta de investimentos na cultura e de oportunidades neste aspecto. Então no primeiro ato, que é o Sarau revive, vamos ter um leque de atrações bem interessantes, todas do município e da região”, explica Barboni.
 
Entre as atrações, o evento contará com apresentação de dança comandada pelo professor Hemilson Dias; exposições de xilogravura e estamparia com os artistas Silas Nascimento e Saulo Santana e de fotografia com Sueliton Lima.
 
O encontro também será marcado com grafitagem de Alexandre Leocardo e o lançamento do livro-performance "O que habita inabitáveis lugares", escrito pelo poeta Math’eus Borges, que reside em Suzano. 
 
Além disso, o poeta de Mogi das Cruzes, Gabriel Tarragô – autor do livro "o desafio das probabilidades" -, foi convidado para apresentar seus novos escritos ao longo do evento. As apresentações musicais ficarão por conta dos artistas ferrazenses Yuri Pereyra e Luiz Galho.
 
Já pensando nos frutos que as ações desenvolvidas podem trazer para a população, Rafael destaca a importância da arte estar em contato direto com a comunidade, sobretudo para o processo de auto entendimento de onde se vive.
 
“Uma cidade sem arte, cultura e leitura é qualquer coisa, menos uma cidade. É com esse guarda-chuva do coletivo que se desdobram construções mais significativas”, completa.
 
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias