Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 13 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 11/11/2019
PMMC NOVEMBRO AZUL
Pmmc Refis 2019
PMMC SEGURANÇA

Comunidade do Conto traz hoje bate-papo sobre literatura fantástica

02 SET 2015 - 08h00
O projeto Comunidade do Conto traz em sua edição de setembro um bate-papo informal sobre literatura fantástica com o escritor e presidente da Associação Cultural Literatura no Brasil (ACLB), Sidney Leal, que conduzirá a palestra "O Horror Fantástico". O encontro acontece hoje, a partir das 19h30, no Espaço Cultural da Cia. Atores InSanos, abrigado na Faculdade Piaget.

O encontro reúne escritores, que integram a ACLB e terá cerca de duas horas de duração, sendo 50 minutos reservados à exposição de Leal e o restante às discussões do grupo acerca do tema em questão. A entrada é gratuita e aberta a outros interessados.

Apaixonado por obras de suspense, Leal é autor dos livros de contos "Minhas Histórias de Mistério, Terror & Morte", de 2011, e "Sussurros da Noite - Loucuras & Sonhos", de 2014. Atualmente, trabalha na produção de seu primeiro romance, intitulado "Canção de Desespero".

Como mediador desta edição do Comunidade do Conto, Leal ficará responsável por abordar as particularidades desse gênero textual que tanto o fascina e norteia suas produções literárias.

Segundo ele, a proposta da atividade é compartilhar experiências sobre esse tipo de narrativa. Para isso, dará algumas dicas sobre o aspecto textual das obras de literatura fantástica e fará uma explanação sobre os principais elementos que diferenciam esses textos.

"Entre os principais assuntos a serem abordados estão a importância do ambiente na criação do clima de suspense, os escritores fantásticos pelo Brasil e pelo mundo e os grandes clássicos do horror de todos os tempos", destaca.

O Comunidade do Conto é um projeto da Associação Cultural Literatura no Brasil que reúne mensalmente escritores profissionais e amadores em toda primeira quarta-feira do mês. O tema que norteia as produções literárias é sugerido sempre no encontro anterior e os escritores têm o prazo de um mês para redigir o conto.

Este ano, além da produção de textos, o projeto passou a incluir um grupo de estudos que se reúne a cada dois meses para discutir as obras de um determinado autor.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias