Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 20 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID LAR

Corpo da ex-modelo e atriz Betty Lago é cremado no Rio de Janeiro

15 SET 2015 - 00h43

O corpo da ex-modelo e atriz Betty Lago foi cremado ontem, no Memorial do Carmo, no Caju, zona portuária do Rio de Janeiro. Ela morreu na madrugada do último domingo, de câncer na vesícula, em sua casa, no Leblon (Zona Sul), aos 60 anos. A doença foi diagnosticada em 2012. No mesmo ano, Betty submeteu-se a uma cirurgia e começou o tratamento com quimioterapia. A atriz não se negava a falar sobre a doença e muitas vezes se deixou fotografar com a cabeça raspada. No dia 29 de agosto, publicou no Facebook uma foto de si mesma, com o cabelo bem curto, com a saudação "Bonjour (bom dia, em francês) !".

Nas redes sociais, parentes, amigos e colegas da TV, do cinema e do mundo da moda lamentaram a morte de Betty. Patty Lago, filha de Betty, publicou a foto de uma praia e escreveu: "E o dia amanheceu assim, triste e lindo ao mesmo tempo".

A atriz foi casada com o ator Eduardo Conde, falecido em 2003, com quem teve o filho Bernardo. Também foi casada com Guilherme Linhares, professor de educação física, e namorava desde o início deste ano o ator Clovys Torres.

"Pode parecer estranho dizer isso, mas estou feliz. Nunca me vitimizei ou me coloquei no lugar de doente. A possibilidade de eu morrer antes de alguém existe? Pode existir, mas tem uma fila grande mesmo. A esperança é a ultima que morre. E eu tenho muita fé", disse a atriz ao jornal carioca Extra, em abril deste ano, quando retomou o tratamento contra o câncer.

Betty teve uma bem sucedida carreira de modelo durante 15 anos, com desfiles na Europa e Estados Unidos. Entre 1988 e 1991, fez curso de interpretação. Em 1992, estreou na televisão, interpretando Natália, na minissérie Anos Rebeldes, da TV Globo, onde atuou em várias novelas do autor Carlos Lombardi, como Uga Uga, Kubanacan, Pé na Jaca e a minissérie O Quinto dos Infernos

Durante cinco anos foi apresentadora do programa GNT Fashion. Também foi debatedora do Saia Justa, no canal GNT.

Na TV Record, trabalhou em novelas como Vidas em Jogo e Pecado Mortal. No cinema, Betty Lago atou em Alô, Xuxa e os Duendes 2 e Mais Uma Vez Amor. Antes disso, em 1976, fez uma ponta em Dona Flor e Seus Dois Maridos.

A atriz estava no ar como jurada do programa Desafio da Beleza, do GNT, e ensaiava a peça Menopausa, que tinha estreia prevista para este mês.

Também ex-modelo, a atriz Cristiana Oliveira disse que Betty era uma de suas referências. "Conheci uma mulher linda, segura de si, personalidade forte, que se tornou uma atriz incrível, engraçada, com seu jeito próprio e único. E aprendi muito com ela (...) Vamos sentir muito sua falta, guerreira", escreveu Cristiana.

A modelo Marina Weickert, que trabalhava com a atriz em Desafio da Beleza, publicou uma foto ao lado de Betty. "Lembrando aqui da tua risada fácil, das tuas brincadeiras e do teu coração doce. Feliz de mim que terei um pedacinho teu para sempre aqui comigo", publicou.

"Foi a modelo número 1", elogiou a ex-colega Luiza Brunet. "Lutou como uma verdadeira guerreira contra o câncer, sempre de bom humor e de bem com a vida. Genial e geniosa, Maravilhosa", disse a atriz Carol Castro.

O estilista Alexandre Herchcovitch fez sua homenagem em inglês: "The one and only. We love you (Primeira e única. Nós te amamos)". "Muito triste, minha amiga Betty Lago se foi... descanse em paz", escreveu a ex-modelo Andrea Dellal.

A jornalista Mônica Waldwogel lembrou o trabalho com Betty no Saia Justa. "A presença da Betty em qualquer lugar era um sol. Era uma pessoa que não deixava ninguém indiferente ao lado dela, tinha uma personalidade forte e transparente que impregnava todo o ambiente".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias