Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/09/2020
Pmmc Sarampo
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

E o Oscar vai para...

28 FEV 2016 - 08h00

Para os amantes de cinema, a noite de hoje é a mais esperada do ano. Até para quem “torce o nariz” para a Academia, é inevitável concordar que o Oscar lança tendências no cinema, além de dar grande credibilidade para os vencedores. A premiação dos melhores filmes de 2015 será realizada hoje, às 21h30. Sete concorrem à estatueta mais importante: a de melhor filme.

Apesar de muitos fazerem apostas, é difícil ter uma indicação de quem será o grande vencedor da noite. O filme “O Regresso”, do diretor Alejandro González Iñárritu, tem uma pequena vantagem sobre os concorrentes. Além disso, o longa tem 12 indicações e deve garantir ao ator Leonardo DiCaprio seu primeiro Oscar. Porém dois filmes têm ganhado força nos últimos dias para disputar o prêmio com o longa do mexicano.

“A Grande Aposta” tem destaque pela linguagem diferenciada que usou para falar de um assunto sério: a bolha imobiliária, que levou os Estados Unidos a viver uma grande crise econômica. O filme tem um roteiro criativo, mas o ponto negativo foi o de trazer um assunto muito técnico e que pode não agradar a todos.

Outro longa com grandes chances é o investigativo “Spotlight”. O filme traz o longo trabalho de um grupo de jornalistas para mostrar o envolvimento de padres em escândalos de pedofilia. Diferente de “O Regresso” - que saiu vencedor em quase todas as premiações realizadas -, o filme não saiu vencedor em nenhum evento, mas tem o apoio da crítica por ser polêmico.

Outros com grandes histórias, que podem surpreender caso levem a estatueta são “Perdido em Marte”, que traz uma bela atuação de Matt Damon; e “O Quarto de Jack”, com uma história intrigante e chamativa, além de ótimas atuações.

Além disso, o tão falado “Mad Max: Estrada da Fúria” se manteve muito tempo no cenário cinematográfico como um dos favoritos, mas perdeu força nas últimas semanas.

Os outros indicados - “Ponte dos Espiões” e Brooklyn” são filmes bons, mas nada que deva chamar a atenção da Academia.





OUTRAS CATEGORIAS

Nas outras categorias, a disputa também é acirrada. As apostas são para que o mexicano Iñárritu ganhe como melhor diretor. Se isso acontecer, ela será o primeiro estrangeiro a ganhar dois anos seguidos nesta categoria. A categoria normalmente indica o vencedor de melhor filme, mas há casos em que as duas premiações não coincidem.

Na categoria de melhor ator, Leonardo DiCaprio pode realmente levar sua primeira estatueta após quatro indicações - nesta categoria - sem vencer. Apesar de ter grandes concorrentes, como Eddie Redmayne (vencedor do ano passado), pelo filme “A Garota Dinarmaquesa”; Michael Fassbender, por “Steve Jobs”; Matt Damon, por “Perdido em Marte”; e Bryan Cranston, por “Trumbo: a Lista Negra”.

Na categoria de melhor atriz, a vencedora deve ser Brie Larson, pela sua impecável atuação em “O Quarto de Jack”. Entre suas concorrentes estão Charlotte Rampling, pelo filme “45 anos”; Cate Blanchett, com grande atuação em “Carol”; Saoirse Ronan, que se destacou em “Brooklyn”; e a queridinha de Hollywood. Jennifer Lawrence, por “Joy: o Nome do Sucesso”.

Na premiação de melhor filme estrangeiro não deverá haver surpresas, o grande vencedor deve ser “O Filho de Saul”, da Hungria.

BRASIL NA DISPUTA

Outra que não deve surpreender é a escolha de melhor animação. “Divertida Mente” deve sair como grande vencedor da noite, apesar de a torcida brasileira esperar por uma zebra para que a animação nacional “O Menino e o Mundo”, de Alê Abreu, ganhe a estatueta.

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias