Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 18 de agosto de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/08/2019
PMMC - TRATA BRASIL
CENTERPLEX 15 A 21/08
Caderno D

Exposição celebra 100 anos de Padre Eustáquio como sacerdote

Mostra reúne fotografias e peças raras trazidas exclusivamente para o museu nesta data simbólica para a Igreja Católica

Por de Poá08 AGO 2019 - 23h38
Exposição celebra 100 anos de Padre Eustáquio como sacerdoteFoto: Delcimar Ferreira/Divulgação
O Museu Padre Eustáquio de Poá abre no sábado, 10, a nova exposição “Beato Eustáquio 100 Anos – Sacerdote para Sempre”, às 21 horas, com entrada gratuita. A mostra tem classificação livre para todos os públicos. Como parte da festa dedicada ao primeiro padre de Poá, que está prestes a se tornar santo pela Igreja Católica, a exposição faz uma homenagem a vocação sacerdotal do religioso, que se estivesse vivo completaria seu centenário em 10 de agosto.
 
O grupo Amigos do Museu Padre Eustáquio reuniu novas fotos que ilustram a pessoa de Padre Eustáquio dentro da perspectiva de seu ministério sacerdotal. Suas inspirações, a formação rigorosa da Congregação dos Sagrados Corações na Holanda, sua trajetória na Europa, o envio como missionário para o Brasil passando por Minas Gerais e São Paulo.
 
As fotografias em preto e branco trazem como personagens centrais, o próprio padre e o seu povo fiel, que o acompanhou até na hora da morte. No percurso, um destaque para as imagens relacionadas à Poá, que se transformou em polo de peregrinação nacional, sobretudo a Gruta Nossa Senhora de Lourdes, de onde Padre Eustáquio abençoava a água, considerada por muitos milagrosa.
 
Outros destaques da exposição “Beato Eustáquio 100 Anos” são os objetos litúrgicos que pertenceram ao religioso e vieram exclusivamente de Belo Horizonte-MG, sede da Província dos Sagrados Corações no Brasil e que estão de posse da Vice-Postulação pela Causa de Canonização do Beato Eustáquio em Roma. O visitante poderá ver de perto essas peças como a teca, objeto utilizado para transportar as hóstias consagradas, o barrete, uma espécie de chapéu utilizado pelos sacerdotes durante algumas celebrações litúrgicas no rito romano e a estola, uma peça em linho que simboliza a presença do padre entre o clero. Todas são verdadeiras relíquias consideradas de 2º grau.
 
A exposição vai até o dia 21 de setembro em dias e horários específicos. No mês de agosto, período da Festa do Beato Eustáquio, o museu abrirá as quartas e sextas, das 14h às 18h. Sábados, das 18h às 23h e domingos, das 8h às 12h e das 18h às 21h30. Em setembro haverá mudanças nos horários da programação.
 
A Festa organizada pela Paróquia Nossa Senhora de Lourdes começa no dia 17, a partir das 18h e se encerra no dia 1º de setembro.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias