Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 18 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/11/2019
PMMC SEGURANÇA
Pmmc Refis 2019
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MIGO
Pmmc maternidade
Caderno D

Livro de poesias de alunos da rede estadual chega a 6ª edição

Obra literária é realizada pelos alunos do Fundamental II, Ensino Médio e EJA da Escola Estadual Alfredo Roberto

Por Fernando Barreto - de Suzano17 OUT 2019 - 23h38
Livro de poesias de alunos da rede estadual chega a 6ª ediçãoFoto: Divulgação
Alunos da Escola Estadual Alfredo Roberto, em Suzano, concluíram a 6ª edição do livro “Diversidade Poética, Alunos Preciosos”. A obra reúne poesias escritas pelos alunos do Ensino Fundamental II, do Ensino Médio e do Educação de Jovens e Adultos (EJA). 
 
O lançamento será nesta sexta-feira (18), às 19 horas, no salão da Igreja do Evangelho Quadrangular, localizado na Rua Miguel dos Santos, no Jardim Casa Branca.
 
História
 
A história do livro começou em 2011, com os professores - hoje aposentados - Revair dos Reis e Dalila Kodel.
Revair foi professor de história e sociologia na escola. Ele explicou que a ideia do projeto começou apenas como uma atividade escolar, e não tinha a pretensão de criar o livro.
 
“No começo pedi para os alunos escreverem algo que deixassem eles inquietos. Algo do dia a dia. Mas, percebi que todos falavam apenas de situações que aconteciam com eles”, contou Revair.
 
Depois disso, ele iniciou o projeto do livro. O professor solicitou, à Secretaria de Educação de São Paulo, a permissão para realizar o projeto.  “Solicitei à pasta e a ideia foi aprovada. A partir disso, junto a Dalila, começamos a reunir as poesias feitas pelos alunos, para então divulgar o livro no final do quarto bimestre escolar”, disse o ex-professor.
 
Motivo
 
Revair faz menção ao papel da escola e dos jovens na sociedade. Para ele, todos veem a escola da mesma forma, “como um local apenas de concreto e vidro onde as pessoas vão para apropriar-se do aprendizado”. “Onde existem jovens existe um lugar com vida pulsante, criativa. Ali é um encontro de pessoas com intensidade e vigor”, explica. Ele completa dizendo que “quem escreve é revolucionário, pois provoca o leitor”.
 
Livro
 
Hoje, o projeto é coordenado pela Fátima Lobão, diretora da Escola Alfredo Roberto, e pelas professoras Marilene Alecrim e Márcia Toledo. Segundo Revair, as professoras decidiram reunir, dependendo do aluno, mais de uma poesia de cada um, o que difere da 1ª edição.
 
No começo, o livro reunia apenas um texto por aluno. Para a 6ª edição, a obra literária terá 112 páginas e conta com mais de uma poesia por aluno. “Mesmo aposentado, volto todos os anos na escola para fomentar a ideia”, contou.
 
Evento
 
Para a apresentação do livro desse ano, os professores decidiram mudar o local.  “Nas edições anteriores a apresentação aconteceu no Teatro Municipal Doutor Armando de Ré, mas dessa vez decidiram estar junto da população”, concluiu Revair.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias