Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Morre o produtor musical, ator e diretor Carlos Miele aos 77 anos

15 OUT 2015 - 08h00

O produtor musical, ator e diretor Luiz Carlos D'Ugo Miele, de 77 anos, foi encontrado morto, ontem em sua casa em São Conrado, Zona Sul do Rio de Janeiro. Miele, teve um mal súbito. A mulher do artista, Anita Miele, o encontrou caído no chão de seu escritório. Os Bombeiros do quartel da Gávea foram acionados para uma ocorrência no local, mas o ator faleceu antes da chegada dos militares.

O ator lançou no início de outubro uma turnê, "Miele, o Contador de Histórias", no Rio de Janeiro. Exista a expectativa de que ele viesse se apresentar em São Paulo no próximo final de semana, no Círculo Militar. A realização do show ainda dependia de sua confirmação.

Artistas e pessoas que trabalharam com o ator comentaram a morte dele na Televisão e nas redes sociais. O ator globla Mateus Solano falou sobre sua amizade com ele. "Faça uma linda viagem, Miele... Obrigado por tudo! Descanse em paz".

A aatriz da Globo, Carol Castro também comentou sua morte. "Descanse em paz Miele... Conforto pra família!".

O ator Bruno Mazzeo se manifestou em sua rede social "Eu acredito que exista um Antonio's no céu. Se existir mesmo, podem separar mais um lugar na mesa hoje. #Miele #RIP".

O animador Celso Portiolli disse "Meus sentimentos à família Miele”. O apresentador Amaury Jr. falou sobre a tristeza de perder Miele. "O dia começa com a triste notícia do falecimento de Luiz Carlos Miele. Sem Miele. Vai com ele o humor mais refinado deste mundo”.

O humorista Paulinho Serra, afirmou: "Se o Miele cantasse sertanejo talvez ele fosse homenageado por todos”.

Produtor

Miele foi produtor e diretor de espetáculos de artistas como Roberto Carlos, Elis Regina, Wilson Simonal, Sergio Mendes, Sarah Vaughan e outros.

Em 2004 fez espetáculos no Tom Brasil, em São Paulo, mostrando pela primeira vez em público o "Hino do Fome Zero" (Roberto Menescal e Abel Silva), cujo DVD foi dirigido por ele.

Ainda em 2004, foi responsável pela apresentação do espetáculo "Bossa Nova in Concert”, realizado no Canecão no Rio de Janeiro.

Na televisão

Artista de múltiplos talentos, Miele trabalhou com música, televisão, humor, teatro. Na televisão, um dos seus últimos trabalhos foi em "Geração Brasil", no papel de Jack Parker, em 2014.

No mesmo ano, participou da competição Dança dos Famosos, no "Domingão do Faustão" e da minissérie "A Teia", como o ex-senador Walter Gama. Em 2015, fez uma participação na novela "Boogie Oogie" como ex-gerente da boate Vogue. Também publicou o livro "Poeira de estrelas”.

Em 2005, lançou o DVD "Miele, um showman brasileiro – Um show de música & muito humor" com festa no Bar do Tom (Rio de Janeiro).

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias