Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
SOUZA ARAUJO

Papa ganha minissérie no History

29 NOV 2015 - 07h00

Só a posição que ocupa “de líder da Igreja Católica” já seria suficiente para transformar o Papa Francisco em um personagem interessante. Mas o atual chefe de Estado do Vaticano coleciona pioneirismos na função: é o primeiro papa nascido no continente americano e, mais especificamente, latino-americano, a usar o nome Francisco; além de ser jesuíta. E vai ter suas memórias e conquistas contadas em “Francisco, o Jesuíta”, que o History exibe nos dias 3 e 4 de dezembro, a partir das 22 horas.

A produção é baseada na única biografia oficial do papa Francisco, escrita pelos jornalistas Sergio Rubín e Francesca Ambrogetti, “O papa Francisco: Conversas Com Jorge Bergoglio”. O título do livro faz referência ao nome do pontífice, que foi batizado como Jorge Mario Bergoglio. O canal dividiu a minissérie em quatro capítulos, cada um com uma hora de duração. Mas vai exibi-los em dose dupla em cada dia.

Para interpretar o papa Francisco foram escalados três atores. Ramiro Boga é o responsável por vivê-lo na infância, enquanto Sergio Calvo encarna o pontífice na fase jovem. Mas a maior parte do tempo e já na função de líder da Igreja Católica -, essa função fica a cargo de Gustavo Yanniello.

Várias curiosidades a respeito de sua vida antes de março de 2013, quando foi escolhido para comandar o Catolicismo, serão abordadas. Caso, por exemplo, do período em que foi sacerdote na Argentina, que amigos e inimigos encontrou ao longo de suas quase oito décadas de vida, seu papel durante a ditadura militar, o trabalho nas ruas e vilas com os mais necessitados e seus dias como bispo e cardeal.

Porém, grande parte do programa é dedicada às atividades no Vaticano. Como suas investidas contra a corrupção no Banco do Vaticano e religiosos pedófilos, mostradas já no primeiro episódio. No mesmo dia, a proposta de tolerância aos divorciados e gays ganha destaque. Já na sexta-feira é a vez de mostrar os esforços para garantir a paz no Oriente Médio e o fim das disputas históricas entre Cuba e Estados Unidos.

Todas as cenas foram gravadas em formato Ultra HD, popularmente chamado de 4k.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias