Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 17 de janeiro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/01/2019
PMMC JANEIRO  - BRINCANDO NAS FÉRIAS 2019
PMMC JANEIRO - MOGI CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE 2ª FASE
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
Caderno D

Parcerias garantem economia de R$ 400 mil em 2018 à Cultura

Foram mais de 20 iniciativas realizadas com apoio do Governo do Estado, Governo Federal e também coletivos de Mogi

Por de Mogi02 JAN 2019 - 23h50
Economia foi em razão de parcerias na realização de eventos e intervenções artísticasFoto: Junior Lago/PMMC
A Secretaria Municipal de Cultura de Mogi das Cruzes, responsável pelo fomento de ações culturais em seus mais diversos segmentos, praticou economia da ordem de R$ 400 mil em 2018, em razão de parcerias na realização de eventos e intervenções artísticas. Foram, ao todo, mais de 20 iniciativas realizadas com apoio do Governo do Estado, Governo Federal e também coletivos da cidade.
 
Entre as ações realizadas em parceria com o Governo do Estado, estão 12 espetáculos apresentados por meio do Programa de Ação Cultural (ProAC), que reuniu um público de 1,5 mil pessoas, além de nove espetáculos com apoio do programa Circuito Cultural Paulista, que tiveram público de 1,2 mil espectadores.
 
A secretaria de Cultura mantém ainda parceria com o programa Pontos MIS, do Museu da Imagem e do Som, que garantiu em 2018 a exibição de 14 filmes todas as quartas-feiras, com sessões às 15 e às 19 horas, no Centro Cultural de Mogi das Cruzes.
 
O programa Pontos MIS também foi responsável pela realização de sete das 15 oficinas oferecidas ao público mogiano em 2018. A estimativa é que 365 pessoas no total tenham participado das atividades, que abordaram linguagens como cinema, técnicas de iluminação, danças urbanas, capoeira, teatro e participação em editais de fomento.
 
Outra ação realizada em parceria com o Estado foi a Jornada do Patrimônio, que teve sua segunda edição em 2018. A programação contou com visitas monitoradas a museus da cidade, ao Cemitério São Salvador, a edifícios de destacado valor histórico, bem como palestra e uma exposição de arte sacra.
Há de se citar ainda a vinda da carreta do Museu Catavento ao Parque da Cidade no mês de outubro, que foi uma ação inédita e a realização do Ciclo de Estudos sobre Cultura Tradicional e Contemporaneidade, em novembro.
 
Além disso, Mogi das Cruzes recebeu a 11ª edição da Virada Cultural Paulista, que reuniu público de 17 mil pessoas, entrando para o ranking dos eventos com maior público do ano.
 
Já nas parcerias com o Governo Federal, o destaque ficou com a I Bienal Funarte de Bandas de Música, que foi realizada juntamente ao Painel Funarte de Bandas de Música, em novembro. Ambos tiveram 338 participantes inscritos, de seis estados do País, entre maestros, regentes, gestores, produtores, instrumentistas, educadores e demais profissionais ligados à bandas de música.
 
O ano também contou com diversos programas e eventos realizados em parceria com coletivos artísticos da cidade, como o Terças Literárias, a Roda de Choro do Seu Julinho, o Vozes do Berimbau, o Fórum Mogiano LGBT, a Semana do Artista Plástico, o 11º Festival Mogi das Cruzes em Dança, a 1ª Mostra CineHalloween, a 5ª edição da Feira Literária Serra do Itapety, o 6º Festival de Culturas Negras, a 5ª Cantata de Natal e o Festival da Juventude 2018.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias