Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 17 de janeiro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/01/2019
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
PMMC JANEIRO - MOGI CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE 2ª FASE
PMMC JANEIRO  - BRINCANDO NAS FÉRIAS 2019
Caderno D

Recital com pianista Murilo Mazzotta é apresentado no Theatro Vasques

Com classificação livre ao público, apresentação traz um repertório eclético como a do compositor francês Erik Satie

Por de Mogi21 DEZ 2018 - 23h50
Ingressos estarão disponíveis na entrada do espaço culturalFoto: Divulgação
O pianista Murilo Mazzotta apresenta neste sábado, às 19 horas, no Theatro Vasques, o recital "Panorama Minimalista". Os ingressos estarão disponíveis com uma hora de antecedência na entrada do espaço cultural, sendo R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).
 
Mazzotta iniciou sua trajetória aos 10 anos, em sua cidade natal, Franca, no interior de São Paulo. Estudou piano com Lúcia Garcetti e, mais tarde, decidido a se tornar pianista profissional, mudou-se para São Paulo para estudar no Instituto de Artes da Universidade Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Na universidade, onde formou-se bacharel em piano em 2009, foi aluno de professores como Atílio Mastrogiovanni e Cláudio Richerme. Também participou de masterclasses com pianistas como Gilberto Tinetti, Eduardo Monteiro, Fernando Corvisier e Flávio Augusto. 
 
Há mais de 10 anos, vem desenvolvendo um trabalho pedagógico voltado ao ensino do piano, o que inclui a produção de um método próprio. Após pesquisas no campo da música e do ensino musical, aprofundou-se no movimento artístico minimalista. Atualmente, também se dedica à composição, produzindo obras cuja estética se aproxima de compositores como o japonês Ryuichi Sakamoto e o norte-americano Philip Glass.
 
No repertório do recital, há obras de um antecessor do movimento minimalista: o compositor francês Erik Satie, que foi revolucionário ao propor uma textura musical mais simples em obras como as Gymnopédies e as Gnossiennes, compostas no final do século XIX. 
 
Já Philip Glass, conhecido como um dos mais célebres compositores minimalistas, será representado por quatro composições. O autor criou a trilha sonora de vários filmes contemporâneos, como As Horas, O Sonho de Cassandra, O Show de Truman e o brasileiro Nosso Lar. As demais obras apresentadas pertencem ao que alguns teóricos chamam de "pós-minimalismo". A produção musical brasileira será contemplada por composições do próprio intérprete e uma obra de Antônio Pinto, compositor brasileiro que foi aluno e estagiário de Philip Glass nos Estados Unidos.
 
O minimalismo musical tem como principais características: a presença de muitas repetições, a ausência de uma linha melódica tradicional, motivos curtos, uma palheta harmônica simples e momentos de defasagens rítmicas. O estilo se insere no período contemporâneo, podendo ser entendido como uma referência às máquinas, com seus ruídos periódicos e constantes, que preenchem o cotidiano com repetições. As produções em série e as rotinas diárias também são refletidas no campo do minimalismo musical.
 
O Theatro Vasques fica localizado na Rua Doutor Corrêa, 515 - Largo do Carmo, Centro.
 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias