Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 16 de dezembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/12/2018
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO
Caderno D

Sacolinha planeja livro de crônicas e festival com o ProAC

Jardim Revista recebe primeiro ‘Festival Literatura e Paisagismo- Revitalizando a Quebrada’ entre os dias 14 e 16

Por Marília Campos - de Suzano27 NOV 2018 - 23h38
Sacolinha participou nesta terça-feira (27) do DS Entrevista Ao VivoFoto: Bruna Nascimento / Divulgação
O escritor Ademiro Alves de Souza, o Sacolinha, revelou os novos projetos em andamento voltados à literatura. Durante participação no programa DS Entrevista, o autor contou que aposta nas crônicas para nova obra ainda em fase de conclusão. Além disso, o projeto Literatura e Paisagismo, que colore os muros da periferia suzanense, vai ser tema de festival do Jardim Revista no mês que vem. A ação será em parceria com o Programa de Ação Cultural (ProAC), mediante vitória no edital de artes. 
 
Com sete livros lançados, entre 2005 e 2016, Sacolinha está prestes a lançar mais uma série de narrativas, desta vez em crônicas. "Será meu primeiro livro de crônicas, tenho a prosa como minha praia. No campo da prosa, falta ainda a crônica. A crônica me persegue, nos instantes do dia-a-dia. Por mais que não pareça interessante, e por isso precisamos da arte na nossa realidade, acredito que o livro será interessante".
 
Ainda sem título fixado, o autor está por definir entre 'Dente-de-Leão', em referência à delicada planta, ou 'A insustentável leveza de ser', que faz referência à obra de Milan Kundera 'A insustentável leveza do ser'. "O livro vai tratar de uma leveza de temas pesados do cotidiano. A gente briga tentando convencer o outro e aí a gente perde a oportunidade de gerar uma terceira opinião. A proposta é olhar para aquilo que não vemos enquanto estamos gritando". Corrupção e ostentação estão entre as temáticas tratadas na próxima obra. Além disso, outro projeto paralelo do escritor diz respeito a um novo romance- narrativa já adaptada aos leitores do autor. 
 
Os desafios da leitura no país foram pautados durante entrevista. Para Sacolinha, ainda temos muito a percorrer. "A gente vive uma realidade em que pensar e ler é castigo. A TV e o celular são mais prazerosos. Temos que fazer a criança pensar que é diferente, que o livro é bacana. Falta muito para uma sociedade ideal de leitura, para mim é uma utopia".
 
Dono do best-seller 'Graduado em Marginalidade', mais lido nas unidades da Fundação Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Casa), e referência nacional na chamada Literatura Marginal, o escritor orgulha-se do feito. "É fácil ser best-seller com quem já lê, basta uma fórmula de livro vendável. Quero ver chegar em um local onde ler é coisa de 'veado' e fazer um livro seu todo mundo quer ler". 
 
Literatura e paisagismo
 
O projeto que recupera muros abandonados e transforma-os em versos em Suzano venceu o edital de artes do ProAC neste ano e vai virar festival. 
 
Entre os próximos dias 14 e 16 de dezembro, o Jardim revista recebe o ‘Festival Literatura e Paisagismo- Revitalizando a Quebrada’. "Serão 10 pontos revitalizados com grafite e plantio de árvores e paisagismo, com artistas urbanos, músicos e poetas ao longo de três dias". As intervenções serão abertas a todo público, das 9 às 18 horas. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias