Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 16 de dezembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 15/12/2018
MRV DEZEMBRO - 13º EM DOBRO

Suzanense lança 10ª obra amanhã no Clube do Livro

25 NOV 2016 - 07h00

A sexta edição do Clube do Livro Suzano traz o lançamento de "Sonetos & Quase Sonetos", décima obra do escritor suzanense Paulo Odair. O evento também abordará o tema 'Livros Infantis', com apresentação de alguns títulos de autores da literatura infantil, além de debates sobre o assunto. O Clube do Livro acontecerá amanhã, às 14 horas, no Anfiteatro Orlando Digenova, na Rua Benjamin Constant, 682, no Centro.

O encontro literário é realizado pela blogueira e escritora, Yara Prado. Leitora assídua, Yara acredita no poder transformador da leitura. Para a jovem, o evento tem o propósito de aproximar os leitores dos livros. A iniciativa conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Suzano.

LIVRO

O último lançamento de Paulo Odair encerrará a edição do projeto. O livro retoma o soneto, técnica de versos metrificados empregada por autores como Olavo Bilac, Antero de Quental, Vinícius de Moraes, que serviram de inspiração para a composição de "Sonetos & Quase Sonetos".

Segundo Odair, o projeto foi um novo desafio para a carreira e exigiu muito estudo das obras dos autores citados. O escritor suzanense se dedica à literatura desde os sete anos de idade e sempre foi adepto da poesia livre e crônica. Conduto, se aventurou pelos sonetos com o objetivo de reavivar o gênero literário atualmente abandonado. "As pessoas pararam de escrever sonetos, Vinícius de Moraes, foi um dos últimos a usar essa prática. A poesia é vasta, não dá para ficar em uma única técnica. Meus poemas falam de amor e cotidiano".

O novo lançamento é publicado pela Editora Mirambava e conta com 60 poesias, em 74 páginas. "Eu costumo escrever durante todo o ano, e nos últimos meses separei os melhores escritos para compor o livro. Devo ter escrito aproximadamente 500 poemas neste ano e selecionei apenas 60". Odair explica o título da obra. "A maioria dos poemas são versos decassílabos. Mas alguns não têm exatamente dez sílabas poéticas, por isso são quase sonetos".

Além do "Sonetos & Quase Sonetos", a Editora Mirambava já publicou outras obras do autor, como "Poesia: Sua Vez" (2008), "Canto Porque Preciso Cantar" (2009), "Obra (quase) completa (antologia poética)" (2013), "Tempo- Crônicas e Poemas" (2014) e "Poesia, agora sua vez" (2015).

Os livros de Odair não são vendidos em lojas comerciais, o escritor independente é conhecido por ser um autor popular e vende as obras na rua. O mais recente lançamento poderá ser adquirido durante o evento, amanhã.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias