Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 27 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/11/2020
PMMC MULTI 2020 NOV
PMMC NOVEMBRO AZUL
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Viola Davis ganha Emmy de Melhor Atriz e faz história

22 SET 2015 - 08h00

A atriz Viola Davis fez história na edição de número 67 do Emmy, realizada no domingo. Ela tornou-se a primeira mulher negra a vencer o prêmio de melhor atriz por seu papel como o professor e advogado de defesa Annalise Keating na séria “How To Get Away With Murder”. Mas disse que ainda há trabalho que precisa ser feito no sentido de obter mais diversas histórias na tela. Emocionada, citou uma frase da ativista negra Harriet Tubman (1822-1913), conhecida como Black Moses (Moisés Negro).

"Em meus sonhos e visões, eu via uma linha, e do outro lado da linha estavam campos verdes e floridos e lindas e belas mulheres brancas, que estendiam os braços para mim ao longo da linha, mas eu não poderia alcançá-las", disse.

"Deixem-me dizer uma coisa: a única coisa que separa as mulheres de cor de qualquer outra pessoa é oportunidade. Você não pode ganhar um Emmy por papéis que simplesmente não existem”, afirmou.

"A minha história não termina aqui", disse ela. "Há muito trabalho que precisa ser feito em muitas áreas para negócios com atores de cor, tantas narrativas, tantas histórias que precisam ser vistos e sentidas”, finalizou.

PREMIAÇÃO

As séries "Game of Thrones" e "Veep", com quatro premiações cada, foram as grandes vencedoras do Emmy Awards 2015.

Baseada na obra de George R. R. Martin, "Game of Thrones" bateu um recorde do Emmy. Ao somar 12 estatuetas com os prêmios técnicos do Creative Arts Emmy Awards, ela se tornou a série mais premiada em uma única temporada. O recorde anterior era da série "The West Wing", exibida de 1999 a 2006.

"Game of Thrones" levou o prêmio principal da noite, de melhor série dramática. Além do prêmio de melhor ator coadjuvante, com Peter Dinklage, melhor roteiro e direção de série dramática pelo episódio final da quinta temporada, "Mother's Mercy".

Jon Hamm venceu por sua atuação como Don Draper em "Mad Men".

O grande destaque foi a minissérie "Olive Kitteridge". Com apenas quatro episódios exibidos pela HBO, levou seis estatuetas: melhor minissérie, melhor ator (Richard Jenkins), melhor atriz (Frances McDormand), melhor ator coadjuvante (Bill Murray) e melhores direção e roteiro.

Na ala da comédia, a grande vencedora foi "Veep", série que acompanha a rotina da vice-presidente dos Estados Unidos. "Veep" venceu nas categorias melhor série, melhor roteiro, melhor ator coadjuvante (Tony Hale) e melhor atriz (Julia Louis-Dreyfus). Esse é o quarto Emmy de Julia por atuações em "Veep".

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias