Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 18 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/11/2019
Pmmc Refis 2019
Pmmc maternidade
PMMC MIGO
PMMC SEGURANÇA
PMMC NOVEMBRO AZUL
Caderno D

Violonista relembra conquistas e fala sobre ‘quarteto clássico’

Tadeu do Amaral é um virtuoso violonista clássico, líder e arranjador do grupo Brazillian Guitar Quartet (BGQ)

Por de Suzano16 OUT 2019 - 23h38
Violinista relembra conquistas e fala sobre ‘quarteto clássico’Foto: Divulgação
Escolhido pelo júri oficial, Tadeu do Amaral, na época com doze anos de idade, é hoje um virtuoso violonista clássico, líder e arranjador do grupo BGQ, Brazillian Guitar Quartet, considerado um dos melhores quartetos de violão clássico do planeta, com inúmeros prêmios e centenas de shows internacionais na carreira. Em entrevista na semana passada ele relembrou alguns fatos do Festival de 1969 e nos contou sobre seu quarteto.
 
Ao ser perguntado sobre aquela vitória sobre concorrentes de mais idade, ele lembrou que “já estudava música clássica, mas tinha a curtição de compor canções para o Festival e claro, naquela idade, querendo vencer. Mesmo porque naquela época, uma criança de doze anos sonhava com céu estrelado, mas lembro de me sentir muito orgulhoso e acreditar que tinha algum talento.”
 
Também disse que lembrava do alvoroço da final e que “na época, os festivais da canção eram marcantes em todos os níveis, mesmo no colégio era algo importante,” o que aliás, naquele momento era para todos nós, concorrentes, como se todos estivéssemos tocando na TV. 
 
Ainda lembrou de ter, em algum lugar, fotos do evento e antes da última pergunta, lembrei que eu também havia sido aluno do professor Vital Medeiros, em Poá, um de seus primeiros mestres e que tínhamos amigos em comum, já que eu havia estudado com seu irmão José Carlos do Amaral, e então vieram várias outras lembranças e ele até quis saber como estava Poá e se ainda existiam, cinco décadas depois, o Batuíra, o Bertha e o Colégio Estadual, escolas por onde havia passado, os dois últimos ainda nos mesmos lugares. 
 
Finalmente, questionado sobre o BGQ, Brazilian Guitar Quartet, ou Quarteto Brasileiro de Violões e ele contou “ser integrante fundador há 21 anos, numa carreira muito bacana e importante sobretudo nos EUA. Tivemos a honra de receber o Grammy Latino de 2011 com o cd ‘Villa Lobos’.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias