Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 24 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/01/2021
GOLDSTAR
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Ensino público

217 escolas estaduais da região terão monitoramento dos casos de Covid-19

Em Suzano, 45 escolas contarão com o sistema, que vai registrar casos suspeitos e diagnosticados para controle da doença

Por Lucas Lima - de Suzano11 JAN 2021 - 22h30
Escolas estaduais contarão com sistema de monitoramento de Covid-19Foto: Regiane Bento/DS
Pelo menos, 217 escolas estaduais do Alto Tietê vão contar com o sistema de monitoramento de casos do novo coronavírus (Covid-19). O dado é referente as dez cidades da região. Em Suzano, as 45 unidades estão inclusas. 
 
A iniciativa vai monitorar os casos suspeitos e confirmados de coronavírus entre alunos, professores e funcionários das unidades escolares de todo o estado de São Paulo. O objetivo é consolidar os dados e informações relativos à incidência de Covid-19 na comunidade escolar e contribuir com as estratégias de prevenção e controle da doença dentro da escola. Ele também permitirá registrar casos de problemas ligados à saúde mental. 
 
De acordo com a Secretaria de Educação do Estado, o Alto Tietê possui 159 mil alunos na rede estadual, com base ao ano letivo de 2020.
 
No entanto, o sistema deverá ser usado tanto pelas escolas estaduais quanto pelas municipais e particulares de todo o estado no ano letivo de 2021. 
 
A retomada das aulas presenciais no próximo ano foi autorizada na educação básica, de forma gradual, em todas as fases do Plano São Paulo, inclusive nas mais restritivas como laranja e vermelha. 
 
O Sistema está disponível no Secretaria Escolar Digital (SED) (https://sed.educacao.sp.gov.br) e contou com a parceria de especialistas da saúde em sua construção. Uma das funcionalidades é apontar os endereços das Unidades Básicas da Saúde mais próximas das escolas, caso seja necessário fazer encaminhamentos. 
 
Para utilizá-lo, cada escola deverá cadastrar um comitê local que fará o monitoramento dos protocolos sanitários. Entretanto, só o coordenador deste comitê, que deverá ser indicado pelo diretor da unidade escolar, ficará autorizado a lançar os dados. 
 
No Sistema é possível fazer o registro de casos suspeitos e confirmados de coronavírus, com detalhamento de quais sintomas se manifestaram, indicação da realização e resultado de exames, período de isolamento domiciliar e com quais pessoas a pessoa teve contato dentro da escola, entre outros dados. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias