Envie seu vídeo(11) 97569-1373
Sintonize nossa Rádio101.5 FMClique e ouça ao vivo
Sábado 21 de Outubro de 2017

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/10/2017
mrv

23 câmeras de monitoramento serão restabelecidas em Suzano

Equipamentos foram entregues inoperantes pela gestão anterior e voltarão a compor a segurança do município

Por Marília Campos - De Suzano08 OUT 2017 - 12h40
Neste ano, representantes de Suzano visitaram central de GuararemaFoto: Irineu Júnior/Secop Suzano
A Nova Central de Monitoramento da Guarda Civil Municipal (GCM) contará com 23 câmeras restabelecidas na região central de Suzano. Os equipamentos foram entregues inoperantes pela gestão anterior e voltarão a compor a segurança do município assim que a nova unidade de monitoramento for inaugurada no Paço Municipal, em uma das locações da antiga Câmara Municipal. A expectativa é de que a central inicie as atividades até novembro. 
 
De acordo com a administração suzanense, as câmeras ampliarão o complexo de monitoramento dos pontos mais críticos, e as entradas e saídas do município. "O novo sistema está em fase de projeto, para posterior licitação e instalação", informou a nota. Em julho, secretário de Segurança Cidadã, Fátimo Aparecido Rodrigues, anunciou que a cidade reativaria o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), entregando até novembro a Central de Monitoramento que deverá ser instalada no antigo prédio da Câmara. 
 
Na ocasião, Rodrigues explicou que a unidade vai integrar todas as corporações de segurança. O chamado 'Sistema Detecta' visa a integração entre as câmeras e um sistema de internet acoplado ao videomonitoramento da Prefeitura.
 
"Queremos a integração da GCM, polícias Civil e Militar, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, para traçar estratégias. Este é o objetivo de uma cidade inteligente, trabalhar de forma integrada, para que tenhamos efetividade. Também já estamos em tratativas com o Estado. Já mostramos o projeto e agora é só aguardamos os trâmites legais para firmar o convênio. A SSP (Secretaria de Estado de Segurança Pública) ficou de fazer uma análise das câmeras que temos nos radares para ver se elas são compatíveis com o sistema, e precisamos aguardar", disse o secretário em julho. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias