Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE

30% dos motoristas que circulam por Suzano aderem ao uso do farol baixo

31 MAI 2016 - 08h01

A lei que obriga usar o farol baixo durante o dia enquanto se trafega pelas rodovias só entrará em vigor em 8 de julho, 45 dias após a publicação no Diário Oficial da União (DOU). Porém, em Suzano, os motoristas já aderiram à iniciativa. Na cidade, pelo menos 30% dos condutores circulam com os faróis baixos acessos.

Para se ter uma ideia, na Rua Doutor Prudente de Moraes (SP-66), perímetro municipal da rodovia que corta diversas cidades do Alto Tietê, de cada 10 veículos, entre dois e três trafegam com o farol baixo acesso.

A lei foi sancionada na última semana, pelo presidente interino Michel Temer (PMDB). Após 8 de julho, quem for flagrado com as luzes apagadas será multado em R$ 85,13 e perderá quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o uso de faróis durante o dia permite que o veículo seja visualizado a uma distância de três quilômetros por quem trafega no sentido oposto.

Ela também orienta os condutores a ligarem a partir de agora os faróis quando ingressarem nas rodovias, para se habituarem a alteração e não serem surpreendidos por uma multa em julho. Antes que a lei entre em vigor, órgãos ligados a União farão ações de divulgação e orientação.

O objetivo da mudança no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) é aumentar a segurança nas estradas, já que o procedimento poderá contribuir com a redução de acidentes frontais nas estradas.

Hoje, o uso do farol é exigido para todos os veículos durante a noite e em túneis, independente do horário. A obrigatoriedade também vale em casos de chuva, neblina e cerração. Sendo que para motos e ônibus o uso das luzes já é obrigatório durante o dia e à noite quando circulam em faixas próprias.

A proposta de mudança no CTB teve início na Câmara dos Deputados e foi aprovada pelo Senado no fim de abril. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a medida será válida para qualquer tipo de rodovia, inclusive, nas que passam por trechos urbanos e também em túneis com iluminação pública.

Para o gerente de eventos, Willian Roberto Santos, que já aderiu à iniciativa, a medida é válida, uma vez que pode ajudar na redução das mortes no trânsito. "Sempre dirigi durante o dia com o farol baixo ligado, então não encontrarei dificuldades para me adaptar", explica. "Acho que esta ação traz mais segurança e alerta os motoristas, porém, antes de multar é preciso orientar. Vejo que nas estradas os motoristas já têm esse costume, mas é preciso reforçar a obrigatoriedade para que os condutores não esqueçam o farol baixo apagado quando estiverem em locais como este - trecho urbano", conclui.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias