Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo

493 mil imóveis terão aumento de 8,44% na conta de água a partir de hoje

12 MAI 2016 - 08h00

Ao todo, 493.030 imóveis da região terão aumento de 8,44% na conta de água a partir de hoje. A mudança faz parte do reajuste anual do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA). Os dados são referentes às cidades de Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Salesópolis, Suzano e Mogi das Cruzes. A informação foi divulgada pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), que é a responsável pela distribuição de água, nas cidades com exceção de Mogi. Os números da cidade mogiana foram divulgados pelo Serviço Municipal de Águas e Esgotos (Semae).

O último reajuste aconteceu em março do ano passado. A estrutura normal tarifária da Sabesp, que é validada pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp), já é progressiva e beneficia quem consome menos. Sendo assim, quanto menor for o consumo do cliente, mais barato será o metro cúbico (m³) da água. Por exemplo, o cliente residencial normal que consome até 10 m³ mensalmente paga R$ 2,24 por m³; entre 11 m³ e 20 m³, o valor é de R$ 3,50; já no consumo de 21 m³ a 50 m³, o cliente paga R$ 8,75, acima de 50 m³, R$ 9,64, o m³. Por conta disso, se os consumidores reduzirem o perfil de consumo, a conta sairá mais barata. Estes valores já estão atualizados para a tarifa em vigência a partir de hoje.

OPINIÃO

Os suzanenses não aprovam o aumento na tarifa. Segundo eles, mesmo economizando, os valores são altos. De acordo com a dona de casa Lucilha Papais Gomes, o reajuste prejudicará nas questões financeiras. "Se todo ano começarem a colocar tarifas será difícil. Agora, como o salário abaixou e os preços das contas só aumentam, vai ficar difícil de quitar. Espero que não haja mais nenhum reajuste".

A corretora Priscila Campos falou que buscará novas ações para abater o valor. "Vou tentar economizar o máximo para que assim o valor 'não seja cobrado'. O banho será só de cinco minutos e até mesmo na questão de limpar a casa", explica.

Já a vendedora Lucilda Maria de Melo comparou a questão do desemprego e o imposto. "Com esse número de trabalhadores sendo mandado embora das empresas e os mesmos ficando sem muitas condições, será um dinheiro a mais de preocupação. Não acho certo, pois antes da companhia fazer isso, eles deveriam ver o nosso lado também".

RESERVATÓRIO ALTO TIETÊ

A Sabesp informou que projeta abastecimento dentro da normalidade para este ano no reservatório do Alto Tietê. O primeiro motivo é por conta da probabilidade de repetição de um período tão seco quanto o que ocorreu durante a crise é muito pequeno.

Outros são devido atualmente os mananciais ter mais água em estoque e de mudanças de hábitos da própria população, que agora reduziu o número de desperdício.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias