Envie seu vídeo(11) 4745-6900
domingo 28 de novembro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 28/11/2021
PMMC ECONOMIA DE ÁGUA
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUSA ARAUJO - SIENA
PMMC PPM
PMMC PARQUE
Cidades

5,8 mil são contempladas com credenciais de estacionamentos

Benefício é destinado para idosos e deficientes e foi implementado no início da pandemia

Por Matheus Cruz - de Suzano17 OUT 2021 - 14h54
5,8 mil são contempladas com credenciais de estacionamentosFoto: Regiane Bento/DS
Pelo menos 5.833 pessoas foram contempladas com credenciais de estacionamentos em Suzano. O benefício é destinado para idosos e deficientes e foi implementado no início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).
 
Segundo a Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana, foram 571 novas credenciais para idosos entre janeiro a setembro de 2021 e 3.986 renovações. No total, são 4.557 credenciais. Entre março a dezembro de 2020, foram 4.416 idosos contemplados com a credencial.
Em relação aos deficientes, foram 1.276 beneficiados. Deste número, foram 142 novos beneficiários e 1.134 renovações. Entre março e dezembro de 2020, 1.047 pessoas com deficiência foram favorecidas. A medida continua valendo para o município.
 
Para conseguir o benefício, o interessado precisa apresentar os seguintes documentos para a secretaria: RG, CPF, comprovante de residência e laudo médico (para quem tiver deficiência). O órgão está localizado na Rua Doutor José Corrêa Gonçalves, 125, no Centro de Suzano. O atendimento é das 8 às 17 horas em dias úteis. Os documentos também podem ser enviados para o e-mail smtmu@suzano.sp.gov.br.
 
O benefício é exclusivo para pessoas maiores de 60 anos ou com deficiência comprovada. Depois da entrega dos documentos, é preciso aguardar uma avaliação do pedido, a emissão e a entrega da credencial. O período médio de espera é de uma semana. O interessado pode obter mais informações pelo telefone (11) 4746-1166.
 
Quem utiliza as credenciais reclamam que as vagas para idosos e deficientes não são respeitadas por outros motoristas. Além disso, veem a necessidade de aumentar o número de vagas. É o caso do aposentado João Braz. Ele acompanhava seu irmão em um posto de saúde no Parque Santa Rosa. “São poucas vagas. Percebo isso no dia-a-dia. Seria legal se aumentasse o número de vagas”, disse.
 
Quem também vê a necessidade de aumento é o aposentado Luiz Thomaz, de 68 anos. “Quantos mais vagas é melhor para nós. Hoje ainda é pouco. Além disso, muitos motoristas não compreendem”, afirmou. Para o motorista Sirio Antônio Santos o desrespeito por parte de outros condutores é o maior problema. “Infelizmente ninguém respeita. Acho que este é o maior problema. O número de caga está bom, mas muitos não respeitam”, finalizou. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias