Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 18 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 18/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC COVID LAR

787 pessoas em situação de rua são atendidas por projeto em 16 meses

09 JUL 2016 - 08h00

Em um período de 16 meses, Suzano atendeu 787 pessoas em situação de rua. Os atendimentos foram feitos por meio do Consultório de Rua. O projeto começou a funcionar em 2014. É importante ressaltar que um mesmo morador de rua pode ter sido atendido mais de uma vez pelo projeto. No ano passado foram feitos 557 atendimentos. Nos quatro primeiros meses de 2016 foram 230 ações. Os números foram apresentados pela Secretaria de Saúde durante audiência pública realizada recentemente.

A implantação do Consultório de Rua foi feita com o objetivo de deixar os serviços de saúde mais acessíveis aos moradores de rua. Por meio do projeto são realizadas abordagens diárias em locais onde estas pessoas costumam ficar concentradas. O projeto é realizado em parceria com o governo federal.

Durante a audiência também foram apresentadas a quantidade de pessoas atendidas que são usuárias e que precisaram de atendimento compartilhado com outros serviços. Em 16 meses foram 272 pessoas, sendo 188 atendimentos no ano passado e 84 no primeiro quadrimestre deste ano.

DEPENDENTES

Conforme o DS publicou anteriormente, durante dez anos de funcionamento o Centro Social Bom Samaritano cadastrou 5,5 mil moradores de rua, sendo que 90% deles utilizavam algum tipo de droga. A informação havia sido repassada ao Ministério Público (MP).

CONSULTÓRIO DE RUA

O Consultório na Rua foi instituído, nas cidades do País, pela Política Nacional de Atenção Básica, em 2011, e visa ampliar o acesso da população de rua aos serviços de saúde, ofertando, de maneira mais oportuna, atenção integral à saúde para esse grupo populacional, o qual se encontra em condições de vulnerabilidade e com os vínculos familiares interrompidos ou fragilizados.

AÇÕES

Recentemente, a Prefeitura iniciou uma mobilização integrada para atender cerca de 140 moradores de rua. A ideia é unir a administração municipal, entidades sociais e religiosas.

Do total de pessoas em situação de rua, a maior parte delas fica na região Central da cidade. O objetivo da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social é unir forças para garantir um trabalho mais intensificado conciliando as ações de oferta de alimentos e cobertores com ações da Assistência Social como cadastramento e encaminhamento social.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias