Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE

A cada 100 queixas feitas pelos consumidores, 36 são solucionadas

20 MAR 2016 - 08h01

A cada 100 reclamações feitas pelos consumidores de Suzano, 36 são solucionadas pelas empresas. Segundo o site Portal do Consumidor, em dois meses foram registradas 50 queixas de suzanenses. Deste total, somente 36% foram solucionadas. Os números são referentes a janeiro e fevereiro e começaram a ser divulgados no ano passado pelo Ministério da Justiça. Do total de reclamações computadas, 46% foram feitas por mulheres e 54% por homens.

O site aponta qual foi a conclusão de todas as reclamações feitas. Além das queixas resolvidas, 26% dos casos que não foram solucionados e 40% das reclamações não foram avaliadas. Segundo a pesquisa, as empresas demoram em média sete dias para responder ao cliente sobre o problema apontado. Para computar os dados, o portal faz interação e compartilhamento de dados, monitorada pelos Procons e pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, com o apoio da sociedade. Atualmente, mais de 3,5 mil empresas estão cadastradas.

Os dados também apontam o perfil dos reclamantes. Em Suzano, a maior parte das queixas partiram de pessoas com idade entre 21 e 30 anos, com uma representatividade de 36%, seguida de cidadãos com idade entre 31 e 40 anos, com 26%.

SEGMENTOS

Entre as principais reclamações feitas pelos suzanenses, as vendas feitas em site têm o maior número de reclamações: 46%. Para se ter uma ideia, nos dois primeiros meses do ano, das 50 queixas feitas, 23 foram por vendas online. Em segundo lugar no ranking estão os serviços de telefonia, com 18% das reclamações; seguido dos bancos, com 16% dos problemas computados. O mesmo percentual tem as operadoras de telecomunicações, com 16%. Além disso, foram registradas reclamações nas compras de passagens aéreas (2%), fabricantes de eletroeletrônico (2%) e lojas de varejo (2%). Segundo o site, o principal problema apontado pelos moradores de Suzano foi o de cobrança indevida, com 40% dos casos, seguido de quebra de contrato, com 36%.

Um dado que chama a atenção é que do total de pessoas que fizeram as reclamações, 20% afirmaram que não compraram o produto ou não contrataram os serviços. Entre as empresas citadas estão duas de telefonia, uma de TV por assinatura, três bancos e uma loja de varejo.

PORTAL

O Portal do Consumidor (consumidor.gov.br) é considerado um novo serviço público para solução alternativa de conflitos de consumo por meio da internet, que permite a interlocução direta entre consumidores e empresas, fornece ao Estado informações essenciais à elaboração e implementação de políticas públicas de defesa dos consumidores e incentiva a competitividade no mercado pela melhoria da qualidade e do atendimento ao consumidor.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias