Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 11 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/12/2019
Evatânia Psicopedagoga
COLÉGIO PLENITUDE

Ação conscientiza sobre uso de vagas especiais de estacionamento no centro

Para chamar a atenção dos motoristas, cadeiras de rodas foram estacionadas em vagas regulares da rua General Francisco Glicério no último sábado

Por de Suzano23 SET 2019 - 19h00
Ao todo, 10 cadeiras de rodas foram estacionadas em vagas regulares com placas de “Volto Já”, “Só um minuto” e “É só um cafezinho”, para fazer referência às justificativas dadas por motoristas que fazem isso quando estacionam nos locais destinados a conduFoto: Divulgação/Secop Suzano

As Secretarias Municipais de Transportes e Mobilidade Urbana e de Administração realizaram uma ação de conscientização com o objetivo de alertar os motoristas sobre o uso indevido das vagas de estacionamento destinadas a pessoas com deficiência no centro de Suzano. A atividade ocorreu no último sábado (21), das 9 às 11 horas, e fez parte da programação da Semana Nacional de Trânsito (18 a 25 de setembro).

As equipes de trânsito e da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) caminharam com cadeiras de rodas desde a sede da Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade Urbana, localizada na rua José Corrêa Gonçalves, até o ponto da ação, na rua General Francisco Glicério, próximo à Praça dos Expedicionários. Um quarteirão foi separado para a atividade com o auxílio dos agentes de trânsito.

Ao todo, 10 cadeiras de rodas foram estacionadas em vagas regulares com placas de “Volto Já”, “Só um minuto” e “É só um cafezinho”, para fazer referência às justificativas dadas por motoristas que fazem isso quando estacionam nos locais destinados a condutores que são pessoas com deficiência ou idosos.

Além disso, panfletos informativos foram entregues a quem passava pelo local. A multa para quem pratica este ato é gravíssima e soma mais sete pontos na carteira, de acordo com a lei federal nº 9.503/97, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A ideia foi adotada pelas ações já realizadas nos municípios de Betim (MG) e São Paulo (SP).

“Reproduzimos esta ação aqui justamente para impactar. Infelizmente, a nossa pasta ainda recebe muita denúncia de desrespeito com essas vagas especiais e devemos lutar por uma maior cidadania sobre este tema. A lei é antiga, porém, as dificuldades das pessoas com deficiência ainda ocorrem com muita frequência no trânsito”, ressalta o secretário de Transportes e Mobilidade Urbana, Claudinei Valdemar Galo.

“Devemos ter mais empatia no trânsito. Nada mais oportuno que uma campanha de conscientização para relembrar que existem vagas exclusivas para pessoas com deficiência justamente porque elas já têm mais dificuldade de locomoção. A educação no trânsito é exercício de cidadania”, disse o presidente da Cipa da Prefeitura de Suzano, César Braga.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias