Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE

Agência de Transporte aprova uso de áreas do Rodoanel para lazer

29 JUN 2016 - 08h00

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) aprovou propostas de ocupação sob os viadutos do Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-21). Os projetos foram apresentados pelas prefeituras do Alto Tietê onde o anel viário passa. Sendo elas Itaquaquecetuba, Poá e Suzano.

No início de 2015, as prefeituras do entorno do Rodoanel chegaram a apresentar algumas sugestões como a criação de parques. Neles seriam feitos ciclovia, comércio, aparelhos de academia, bancos, entre outros. Suzano é a que tem o maior trecho de pista elevada da via. Segundo a Prefeitura Municipal, as intervenções foram consideradas importantes e benéficas pela Artesp. Porém, as demandas seguem em análise pela entidade.

A Prefeitura de Itaquá apresentou projeto para construção de ciclovias e paisagismo sob os viadutos. Poá também apresentou, mas apenas para ciclovias. As cidades informaram que aguardam resposta do órgão. Além disso, disseram que as intervenções na área do Rodoanel, incluindo o seu entorno, são de responsabilidade da concessionária SPMar e da Artesp.

De acordo com a SPMar, o Contrato do Trecho Leste do Rodoanel prevê que os vãos sob o viaduto devam ficar livres, não havendo qualquer obrigação da concessionária em realizar trabalhos nestes locais. Nenhum projeto está contemplado no contrato de concessão.

Recentemente o DS publicou uma matéria sobre a invasão das áreas sob o Rodoanel, que acabam servindo de espaço para despejo de entulho e até carcaças de carros e caminhões, prejudicando a vida de inúmeros moradores da região. Na ocasião, Guardas Civis Municipais (GCM) de Poá encontraram um "cemitério" de caminhões roubados embaixo da via. Na época, um inquérito policial foi aberto para investigar uma possível quadrilha que atua nestas regiões. Até mesmo as cercas colocadas pela SPMar, com o objetivo de limitar a área da faixa de domínio da rodovia acabam sendo vandalizadas.

POPULAÇÃO Falta de segurança e manutenção, além de sujeiras são problemas enfrentados pela população do entorno do Trecho Leste do Rodoanel Mário Covas (SP-21). Depois da conclusão das obras na via, há aproximadamente dois anos atrás, os espaços sob o anel viário começou a ser utilizado por usuários de drogas e até mesmo de abrigo para moradores de rua.

De acordo com o empresário José Antonio da Silva, as pessoas aproveitam que não há fiscalização e vigilância para jogar lixos no local. Além disso, há a presença diariamente de ladrões na área. "Já briguei com muitos cidadãos que vêem até aqui e jogam resíduos. Também, todos nós moradores da região sabemos que o crime acontece todos os dias, principalmente de noite. Acho que o órgão público deveria ver a situação e tomar alguma providência", argumentou.

Segundo a comerciante Ana Moraes Lima, o número de crimes tem crescido absurdamente debaixo e próximo do rodoanel, uma vez que não há nenhum tipo de segurança. Ela também ressaltou que precisa fechar o estabelecimento antes da hora. "Meu sobrinho já foi assaltado duas vezes, os criminosos costumar agir mais durante a noite. Aliás, ta muito difícil as condições, já que tem muita sujeira também. Por conta desses problemas, os lojistas por perto como eu, estamos fechando as lojas duas horas antes do que era o normal".

Já a dona de casa Mayara Sobrinha, falou que deveria ter uma solução rápida, devido às dificuldades estarem aumentando a cada dia que passa.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias