Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 17 de janeiro de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/01/2021
MRV
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS  - OFTALMOLOGIA
GOLDSTAR

Alto Tietê está entre as dez regiões que mais transmitem Covid-19 no Estado

Levantamento aponta que 100 pessoas têm o poder de infectar outras 146, conforme levantamento

Por Daniel Marques - de Suzano30 NOV 2020 - 21h19
Alto Tietê está entre os dez territórios que mais transmitem coronavírusFoto: Thomas Peter/Reuters
Dados reunidos com as prefeituras das cidades da região mostram que o Alto Tietê está entre os dez territórios que mais transmitem o novo coronavírus (Covid-19) no Estado de São Paulo. Há um aumento na transmissão, já que 100 pessoas com o vírus têm o poder de infectar outras 146.
 
O levantamento foi feito por pesquisadores e professores da Universidade Estadual Paulista (Unesp), do Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas a Industria (Cemeai) e da Universidade de São Paulo (USP). Diariamente, eles colhem dados de casos ativos, óbitos e recuperados das prefeituras de 92 cidades do Estado. 
 
A metodologia usada tem como base o número 1 e, a partir dele, os pesquisadores calcularam a aceleração e desaceleração da transmissão usando os números das prefeituras do Estado. A taxa acima de 1 apresenta maior disseminação do vírus. Abaixo deste número, representa desaceleração na transmissão.
 
No levantamento, a região apresentou, na última segunda, o número efetivo de reprodução de 1,46. Ou seja, 100 pessoas passam o coronavírus para outras 146. O crescimento ocorre desde o dia 11 de novembro, quando a taxa era de 1,06. Neste caso, 100 pessoas transmitiam o vírus para outras 106. 
 
A pesquisa é dividida por sub-regiões. Sete das dez cidades do Alto Tietê entraram no levantamento. Ficaram fora apenas Biritiba Mirim, Guararema e Salesópolis – as três menos populosas da região. Além das outras sete, Guarulhos também aparece no estudo.
 
A última atualização do Info Tracker, ferramenta que monitora o avanço da Covid-19 em São Paulo, ocorreu na última terça-feira (24). Os dados obtidos até segunda-feira (23) são reais. A partir desta data, a plataforma trabalha com projeções, seguindo a tendência de transmissão. 
 
“Desenvolvemos uma metodologia. Trata-se de um modelo matemático epidemiológico. Pegamos as pessoas suscetíveis a contraírem o vírus, as que estão contaminadas, os óbitos e os recuperados. A gente faz o ajuste olhando os dados de cada região. Por isso os dados são tão importantes, pois eles refletem diretamente em nossa métrica”, explica Wallace Casaca, professor da Unesp e do Cemeai. 
 
A projeção - já que os dados da plataforma serão atualizados só na próxima semana - aponta que a região é a décima que mais transmite no Estado. Para cada 100 pessoas, outras 152 são infectadas. Lidera a tabela a região de Presidente Prudente, onde 100 pessoas transmitem o vírus para outras 211. No ABC Paulista, quarto colocado na lista, 100 infectados passam para outras 178 pessoas. Dados atualizados na última quarta-feira (25) pelo Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) mostram que a região chegou a 36.330 infectados pela Covid-19. São 1.618 mortes e 28.748 recuperados.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias