Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 27 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/10/2020
PMMC COVID VERDE
Pmmc Sarampo Outubro
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
PMMC OUT ROSA
SOUZA ARAUJO

Alto Tietê fecha 11,9 mil vagas de emprego no 1º semestre

Alto Tietê diminuiu em 2.691 saldo entre admissões e demissões comparado com maio; Suzano teve o melhor saldo

Por Fernando Barreto - de Suzano29 JUL 2020 - 05h00
Região perdeu 212 vagas de carteira assinadaFoto: Irineu Júnior/Secop Suzano
O Alto Tietê fechou 212 vagas de emprego com carteira assinada em junho desse ano, segundo levantamento divulgado ontem pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). No acumulado do semestre (janeiro a junho), a região está com saldo negativo de 11.966.
 
O número é o resultado da diferença entre as admissões e demissões registradas no mês. Neste caso foram 6.265 empregos gerados e 6.477 demissões. 
 
No comparativo com maio desse ano, a região fechou 2.903 empregos. Foram 6.683 demissões e 3.780 admissões, um aumento de 65,74% comparado com mesmo índice do mês passado.
 
Saldo positivo
 
Suzano fechou com saldo de 384 empregos gerados, o melhor número para junho na região.
 
Segundo os dados do Caged, a cidade teve 1.467 admissões e 1.083 demissões registradas. No levantamento do ano, a cidade está com saldo negativo de 1.377 vagas.
 
No mês de maio o município registrou 990 empregos abertos e 1.305 vagas fechadas.
 
Itaquaquecetuba, que também teve saldo positivo, aparece em segundo. O município encerrou o mês passado com 156 empregos abertos. 
 
Foram 952 admissões e 796 demissões no mês. Em maio a cidade teve 476 empregos abertos e 1.105 vagas fechadas.
No acumulado do ano, Itaquá registra saldo de menos 2.617.
 
Biritiba-Mirim e Santa Isabel aparecem com números próximos, mas também positivos. Foram 28 e 8 vagas abertas em junho, nos dois municípios, respectivamente. No acumulado, as cidades possuem saldo negativo de 104 e 98 vagas de emprego.
 
Biritiba contratou 57 novas pessoas e demitiu 29. Em maio a cidade teve 28 postos de trabalhos abertos e outros 32 encerrados.
 
Já em Santa Isabel, no mês passado a cidade teve 177 empregos abertos e outros 169 encerrados. Em maio o município abriu 136 vagas e fechou 206.
 
Saldo negativo
 
As demais seis cidades fecharam com saldo negativo.
 
Arujá está em primeiro, com saldo negativo de 309 postos fechados. O maior índice da região.
 
Foram 405 admissões e 714 demissões. Em maio a cidade teve 224 contratações e 489 pessoas demitidas. No acumulado a cidade possui saldo de menos 1.088.
 
Na sequência vem Mogi, com saldo negativo de 212 postos em junho e 4.358 vagas de emprego fechadas no acumulado do ano.
 
Foram 2.255 admissões e 2.467 demissões em junho. Em maio a cidade teve 1.362 empregos gerados e 2.260 demissões.
 
Poá aparece em terceiro com saldo de 141 postos fechados em junho. No acumulado do ano são 920 vagas fechadas.
 
Nos dados de junho o município abriu 551 vagas e fechou 692 empregos. Em maio o número foi de 346 vagas abertas e 693 fechadas.
 
Ferraz, Guararema e Salesópolis registram os menores índices nesse ranking. Foram 71, 30 e 25 postos de trabalho fechados em junho, respectivamente. No acumulado as cidades possuem saldo negativo de 647, 701 e 56.
 
Em Ferraz foram 290 vagas abertas e 361 fechadas em junho. Também no mês passado Guararema abriu 92 postos e fechou 122 e Salesópolis teve 19 abertos e 44 fechados.
 
 
DADOS DO CAGED NO ALTO TIETÊ
CIDADE JUNHO DE 2020 ACUMULADO DE 2020
Arujá  -309 -1.088
Biritiba 28 -104
Ferraz -71 -647
Guararema -30 -701
Itaquá 156 -2.617
Mogi -212 -4.358
Poá -141 -920
Salesópolis -25 -56
Santa Isabel 8 -98
Suzano 384 -1.377
Total -212 -11.966

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias