Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE
SOUZA ARAUJO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Apartamentos no Jardim Europa são invadidos pela 2ª vez em uma semana

05 JUN 2016 - 08h00

Os apartamentos do Condomínio Residencial Bosque das Flores, na Avenida Washington Luis, no Jardim Europa, foi invadido pela segunda vez em uma semana. Desta vez, 300 pessoas de Suzano e de outros municípios entraram no local durante a madrugada de ontem. O empreendimento faz parte do programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida. A ação teve início por volta das 3 horas e os cinco guardas que trabalhavam no local foram abordados por dez homens. Por volta das 10h30, uma representante da Prefeitura, em conjunto com a Polícia Militar (PM), conseguiu negociar com os ocupantes, que saíram do local pacificamente.

Cerca de 40 viaturas da PM estiveram no local durante a madrugada para evitar que novos grupos entrassem no condomínio e de manhã a Guarda Civil Municipal (GCM) também deu apoio a operação. Os agentes de segurança da construtora responsável pelo empreendimento contaram como foram abordados. "Eram dez, com porte de arma. Cinco guardas para mais de 200 pessoas, não tinha o que fazer", explicou Márcio Aparecido Galdino. De acordo com ele, pouco antes das 3 horas, os agentes vistoriavam o local que estava calmo, quando o grupo chegou. "Eles não fizeram nada. Só pediram para a gente sair", explicou.

De acordo com a auxiliar-técnica da Diretoria de Habitação, Elizangela dos Santos, durante a negociação, os ocupantes reivindicaram moradias. "Muitos nem são de Suzano. Ficou combinado que nesta próxima segunda-feira (amanhã), eles irão até a Prefeitura realizar um cadastro de interesse de moradia", explicou. O secretário de Serviços e Manutenção, Oswaldo Pansardi, também esteve no local durante a manhã.

O tenente da PM, Thiago Machado Ramalho, que acompanhava a ação, contou que nenhuma arma foi encontrada no local juntos aos moradores. "Foi possível ver que há portas quebradas, janelas e torneiras. Os moradores saíram pacificamente", contou. Pichações também foram feitas no local. Os seguranças da construtora contaram que estojos de munição para armas calibre 12 foram encontradas.

Segundo Elizangela, os apartamentos que foram ocupados são destinados aos moradores que sofreram desapropriações por conta das obras de reurbanização do Badra-Jaguari, que estão sendo feitas por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). "Seria entregue no final de julho para agosto desse ano. Agora deve se adiada até a sua reforma", explicou.

PRIMEIRA INVASÃO

No último dia 28, apartamentos do mesmo conjunto foram invadidos por mil pessoas. Na ocasião, o local também foi ocupado durante a madrugada e os invasores saíram após conversa com a PM. Segundo um organizador do movimento, a intenção do grupo era ficar nos apartamentos até segunda- feira, porém, não haveria resistência.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias