Envie seu vídeo(11) 4745-6900
sábado 10 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 10/04/2021
CENTRO MÉDICO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Magic City
Sec de Governo -  CORONAVIRUS - VACINA CONTRA A FOME

Aposentada é impedida de entrar em agência bancária

16 DEZ 2015 - 07h01

A aposentada Maria José Vasconcelos Arruda, de 87 anos, foi impedida ontem de entrar em uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) situada na Rua General Francisco Glicério, na altura do n° 1.628, no Centro de Suzano. O argumento da gerência e seguranças do banco era de que a idosa não tinha a documentação que permitiria passar pela porta alternativa, geralmente utilizada por deficientes físicos. Contudo, a idosa tem problemas de locomoção e há seis anos usa um andador ortopédico.

A longevidade na idade e o problema em se locomover não bastou para que a idosa entrasse e retirasse o beneficio de aposentadoria. "Estávamos com os documentos dela, porém pedimos que os seguranças abrissem a porta alternativa, pelo fato dela estar com o andador. Mas, eles nos indagaram sobre uma documentação e não permitiram", disse o administrador e neto da idosa, Rodrigo Vasconcelos Arruda Turra, de 31 anos.

Os familiares de Maria pediram que a gerente da agência bancária fosse chamada para que, desta forma, fosse autorizada a entrada. No entanto, a responsável pelo banco argumentou que eles deveriam ter a documentação.

"Ela dizia que uma normativa não permitia, porém ligamos para o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) que afirmou que não existe nada deste tipo".

A família da aposentada ainda tentou rebater os argumentos e ligou para a Polícia Militar (PM) para auxiliar a conseguir a autorização para entrar no banco. "Primeiro, alguns policiais chegaram e tiveram um diálogo com a gerente e os seguranças, que ficaram pedindo que mostrassem as funcionais. Após o momento que eu cheguei e acompanhei a senhora que eles permitiram", explicou o tenente Belarmino.

Contudo, a aposentada teve mais um problema, quando chegou ao caixa da agência. "A gerente saiu correndo para falar que o funcionário não poderia aceitar que fosse retirada a quantia da conta da minha avó, sendo que estávamos com o cartão dela e um protocolo de 2ª via do registro geral (RG), além de outros documentos pessoais. É lamentável a minha avó com esta idade ter que passar por uma dor de cabeça desta", lamentou Turra.

"Não conseguimos fazer nada, porém iremos buscar nosso direitos", concluiu o administra

O DS tentou entrar em contato com a assessoria da CEF, mas o horário de expediente já havia se encerrado. dor.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias