Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 21 de julho de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/07/2018
PMMC JULHO - DESKTOP
PMMC JULHO - FÉRIAS NA CIDADE
MRV WEB -SUPER SUPREME

Busca por vacina leva 7,5 mil pessoas às UBSs de Suzano em três dias

Governo estadual enviou 80 mil doses e cerca de 70 mil munícipes já foram imunizados

Por de Suzano12 JAN 2018 - 14h35
Conforme aponta a pasta, o que houve nos últimos dias foi uma movimentação muito intensa em vários postosFoto: Irineu Júnior/Secop Suzano

Diante da alta procura de pessoas por vacinação contra a febre amarela nos últimos dias na rede municipal, a Secretaria de Saúde de Suzano informa que não há motivo para alarde na busca pela imunização. Desde novembro do ano passado, continua valendo a recomendação feita pelo governo do Estado de aplicar as doses apenas em moradores de regiões do município onde há corredores ecológicos (matas) e cidadãos que vão viajar para cidades onde há registro de casos da doença.

De segunda até a manhã desta quinta-feira (11), 7,5 mil pessoas procuraram e receberam a vacina em Suzano. O governo estadual enviou 80 mil doses e cerca de 70 mil munícipes já foram imunizados. A previsão feita pela Secretaria de Estado da Saúde é que mais de 130 mil pessoas sejam vacinadas no município. Conforme aponta a pasta, o que houve nos últimos dias foi uma movimentação muito intensa em vários postos.

Segundo o diretor da Vigilância Sanitária de Suzano, Mauro Vaz, as recentes confirmações de óbitos em outras cidades por causa da febre amarela fizeram com que a procura pela imunização aumentasse consideravelmente. “Não há motivo para alarde, uma vez que não houve nenhum caso de pessoa contaminada ou mesmo de macaco infectado com febre amarela em Suzano e na região do Alto Tietê. Essa vacinação é uma prevenção, um bloqueio em regiões de limite e nos corredores ecológicos contra a doença, que nem mesmo chegou por aqui”, afirmou.

Outra consequência constatada foi que a grande movimentação fora do normal de cidadãos interessados na imunização contra a febre amarela afetou o cotidiano dos postos de saúde. “Não apenas há o deslocamento de funcionários de outros locais para dar conta do atendimento da demanda, como também pessoas que buscam vacinas de rotina passam a ter mais dificuldade diante da quantidade de público presente”, explicou Vaz.

Em Suzano, devem se vacinar quem vive ou trabalha nos distritos de Boa Vista e Palmeiras e nas regiões da Casa Branca, Raffo e Jardim Maitê e também quem vai viajar para localidades em que há confirmação da circulação do vírus. Apesar disso, o que se verifica é uma movimentação intensa, principalmente no Centro de Saúde II (CSII) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Jardim Vitória e do Jardim Colorado, que foram inclusas nesta semana na lista de locais para vacinação de viajantes.

A diretora da Vigilância em Saúde de Suzano, Maria Cristina Perin, explicou que não há qualquer recomendação do governo estadual, até o momento, para imunização de toda a população. “Mesmo quando se vacina uma parte da população, calculada e definida pela Secretaria de Estado da Saúde, e não a totalidade, essa cobertura aumenta a possibilidade de se conseguir bloquear a chegada da doença”, destacou.

 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias