Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 21 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 20/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Caminhões causam pó em avenida. Ligação será feita

16 JUL 2016 - 08h01

Uma frota de caminhões carregados de terra causa transtornos aos moradores da Avenida Senador Roberto Simonsen. A suspeita é de que os veículos venham das obras do piscinão em Poá. O DS acompanhou todo o trajeto adotado pelos caminhoneiros e constatou que o destino final é em um terreno particular no final da avenida. Na ocasião, a terra é despejada para tapar buracos da área.

A Prefeitura de Poá informou que quem poderia falar sobre o assunto é o secretário de Obras, Paulo Silas Dornelas, que conversará na segunda-feira. A Prefeitura de Suzano disse que trata-se de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre as empresas fixadas naquela região e a administração municipal. O motivo é para implantação de uma importante via de ligação entre a Avenida Senador Roberto Simonsen e a Estrada dos Fernandes, visando assim desafogar o trânsito da malha central.

Toda a extensão da avenida está com pó. As residências também passam pelo mesmo problema. Isso porque os veículos trafegam em alta velocidade, o que facilita a terra cair durante o percurso. Por conta disso, os moradores reclamam da situação, alegando que além da sujeira, a situação causa alergias.

A dona de casa Odete Miranda Lopes disse sofrer todos os dias com a poeira. "É terra demais, temos que lavar o quintal diariamente. Aliás, tenho rinite, o que prejudica minha saúde. Caminhões passam em alta velocidade e por consequência levanta muita poeira. Momento difícil que passamos e espero que resolva o mais rápido”.

O empresário André Luiz Gomes ressaltou que precisa lavar o carro diariamente, já que fica coberto de pó. "O prejuízo fica só com nós moradores porque temos que pagar todo tipo de limpeza em nossas coisas. Nem para avisarem que iam realizar o translado por aqui. Acho uma falta de respeito. Destaque também para os caminhões, que costumam passar com tudo pela via e não obedecem as leis de trânsito".

A comerciante Dirce Néia falou que não vê a hora de tudo se resolver. "Eu estou sofrendo com esse pó todos os dias. Já tentamos falar com Executivo, mas nada foi feito. Então, o que podemos fazer é esperar até que parem com esse movimento".

Em relação as reclamações, o Executivo suzanense informou que a fiscalização foi encaminhada ao local para notificar a empresa que está executando o serviço para que sejam tomadas providências com relação à poeira, minimizando assim os transtornos.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias