Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 28 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
Pmmc Sarampo
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Candidatos vão a 35 bairros em sete dias. Casa Branca é o mais visitado

23 AGO 2016 - 08h01

Na primeira semana de campanha, os candidatos a prefeito de Suzano percorreram 35 bairros. Entre os mais visitados estão o Casa Branca, com sete agendas, e o Centro, com seis visitas. Os dados foram contabilizados pelo DS com base na agenda divulgada diariamente pelas assessorias dos prefeituráveis e levou em consideração o início da campanha, no último dia 16, até a segunda-feira.

Dos 35 bairros visitados, 12 receberam visita de mais de um candidato e duas vezes do mesmo. Além do Centro e Casa Branca, ganharam destaque nas campanhas a região de Palmeiras, Dona Benta e Miguel Badra, com quatro visitas cada; Vila Amorim, com três agendas; e Jardim Brasil, Jardim Caulim, Vila Helena, Jardim Vitória, Jardim São José e Jardim Imperador, com duas visitas cada.

Nos primeiros sete dias de campanha, os sete candidatos a prefeito contabilizaram 115 compromissos, sendo que o último final de semana concentrou a maior parte deles. No primeiro dia de campanha, no último dia 16, foram oito agendas; no dia seguinte e na última quarta-feira foram nove compromissos. Na quinta-feira, a quantidade aumentou e passou para 17. Na sexta-feira foram contabilizadas 18 agendas, no sábado, 35, e no domingo, 19.

CAMPANHA

Neste ano, a campanha acontece em um menor período de tempo por conta da minirreforma eleitoral. Segundo o TSE, são 45 dias. O período de propaganda dos candidatos no rádio e na TV também foi diminuído de 45 para 35 dias, com início na sexta-feira, no primeiro turno. Assim, a campanha terá dois blocos no rádio e dois na televisão com 10 minutos cada.

Além dos blocos, os partidos terão direito a 70 minutos diários em inserções, que serão distribuídos entre os candidatos a prefeito (60%) e vereadores (40%). Neste ano, essas inserções somente poderão ser de 30 ou 60 segundos cada uma. Do total do tempo de propaganda, 90% serão distribuídos proporcionalmente ao número de representantes que os partidos tenham na Câmara Federal. Os 10% restantes serão distribuídos igualitariamente. No caso de haver aliança entre legendas nas eleições majoritárias será considerada a soma dos deputados federais filiados aos seis maiores partidos da coligação.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias