Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 20 de novembro de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2018
PMMC NOVEMBRO AZUL
MRV - ATÉ O SEU MADRUGA VAI SAIR DO ALUGUEL
Costa Rica
Suzano

Carlos Watanabe: ‘Faltou gratidão e sensibilidade’

Ex-secretário de Meio Ambiente falou sobre sua demissão

Por de Suzano10 NOV 2018 - 09h02
Watanabe enumerou realizações na secretaria e disse estar magoado com demissãoFoto: Sabrina Silva/Divulgação
O médico Carlos Watanabe, demitido esta semana da Secretaria de Meio Ambiente, está magoado com a decisão do prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR). “Me dediquei a ele por muitos anos. Faltou gratidão e sensibilidade”, disse Watanabe neste sexta-feira (9), em entrevista ao DS. Ele rebateu as informações de que foi exonerado por falta de “desempenho” e por problemas técnicos.
 
“Na verdade fui demitido porque apoiei a Juliana Cardoso para deputada federal. Queriam que apoiasse o Marcio Alvino”, afirmou. Segundo Watanabe, “houve uma retaliação”. “Em outubro de 2017, a Juliana disse que gostaria do meio apoio. Eu disse ao prefeito que iria apoiá-la”, acrescentou.
 
Segundo Watanabe, seria mais do que justo, uma vez que a candidata é de Suzano e do próprio PR, como ele. “Quando ela perdeu as eleições sofri retaliações. Inclusive em uma reunião do PR, me falaram que eu tinha de pedir demissão para não passar vergonha”, afirmou.
 
O médico rebateu que tivesse sido demitido por falta de competência, dedicação ao governo e participação. “Era um dos primeiros a chegar. Falaram que saí também por excesso de rigor em relação às liberações ambientais. Como posso ser incompetente tendo rigor na secretaria? Não deu para entender”, afirmou.
 
Ações
 
Watanabe enumerou uma série de realizações, enquanto esteve na Secretaria de Meio Ambiente. Segundo ele, a pasta tinha o menor orçamento e estava desestruturada, quando assumiu. “Tinha sete pessoas, não haviam fiscais - porque estavam em outras secretarias. Deixei o Meio Ambiente com 28 funcionários que passaram a trabalhar no setor”.
 
Entre as realizações ele citou o 1º Festival de Meio Ambiente, podas de árvores, agilização da fiscalização ambiental, ações contra loteamentos clandestinos - principalmente na Estrada dos Fernandes, implantação de dois ecopontos (Boa Vista e Parque Maria Helena), descartes de pneus, Centro de Triagem, criação da cartilha para o bem-estar animal, o licenciamento ambiental municipalizado para empresas de baixo impacto e a criação do Conselho Municipal de Meio Ambiente.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias