Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 24 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/10/2020
PMMC COVID VERDE
SOUZA ARAUJO
Pmmc Sarampo Outubro
ÚNICCO POÁ
PMMC OUT ROSA

CDP apreende 1,5 kg de drogas durante visitas dos parentes de presos

06 DEZ 2015 - 07h00

Em Suzano, 15 casos envolvendo visitantes do Centro de Detenção Provisório (CDP), que foram flagrados na tentativa de entrada com porte de drogas, foram registrados pelos agentes penitenciários de janeiro à outubro. Ao todo, foi apreendido 1,5 quilo de entorpecentes. A informação foi divulgada pela Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (SAP). O número de flagrantes teve queda de 66% comparada os casos registrados no último ano, no mesmo período. Em 2014 foram computados 45 casos.

Do total de 1,5 quilo, 700 gramas foram confiscadas de maconha e cerca de 800 gramas de cocaína. O número de drogas apreendidas este ano também é inferior se comparado ao ultimo ano, cerca de 80%. Em 2014 2,7 quilos de entorpecentes foram confiscados dos visitantes do CDP de Suzano, no Parque Maria Helena, sendo 1,5 quilo de maconha e 1,2 de cocaína.

O número de entorpecentes apreendidos em 2013 foi ainda maior, 2,9 quilos de drogas, sendo 2,7 quilos de maconha, 800 gramas de cocaína, 37,2 gramas de crack e 6,2 gramas de ecstasy. Apesar disso, o número de visitantes flagrados foi menor do que em 2014, sendo 35 visitantes.

A Secretaria de Administração Penitenciária informou que normalmente as apreensões são realizadas nos alimentos trazidos por visitantes. Os sedexes (materiais encaminhados pelo Correios)e jumbos (materiais gerais, como roupa e higiene pessoal) são revistados manualmente para verificar a existência de ilicitudes, e depois, com a passagem das mercadorias por máquina de raio-x.

As apreensões este ano em Suzano devem crescer até o fim de dezembro. Exemplo disso está o caso divulgado pelo DS, na última terça-feira, dia 24, sobre a prisão da autônoma, de 22 anos, que aconteceu no último domingo, dia 22. A moradora foi visitar o companheiro no CDP de Suzano com 335 papelotes de maconha escondidos dentro de um pote de feijoada. O caso ainda não foi computado pela Secretaria de Administração Penitenciária, já que ocorreu em novembro.

Questionada sobre o assunto, a responsável pela Delegacia de Defesa da Mulher, Silmara Marcelino, explicou que os visitantes flagrados com posse de drogas são frequentemente mulheres devido a estatísticas.

"Os criminosos presos podem ser visitados por seus parentes e, geralmente, eles são suas mães e mulheres, às vezes filhos. Pelo número de mulheres, que fazem as visitas, ser maior, naturalmente, o caso se torna mais comum", contou.

A delegada comentou ainda, que as mulheres possuem mais facilidades de levarem a droga para dentro de detenções. "Devido à possibilidade de esconder os pacotes de entorpecentes em locais íntimos", explicou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias