Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 28 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
SOUZA ARAUJO
PMMC COVID SAÚDE
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ

CDP de Suzano tem 1,3 mil detentos a mais que número de vagas disponíveis

07 FEV 2016 - 07h00

Muito acima de sua capacidade. Assim pode ser definido o atual sistema carcerário de Suzano. Segundo números da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (SAP), o Centro de Detenção Provisória (CDP) do município, localizado no Parque Maria Helena, está superlotado.

Atualmente, são 2.178 detentos ocupando as 844 vagas disponíveis no local, ou seja, 1.334 a mais. São dois detentos ocupando o espaço em que só deveria haver uma pessoa. A última atualização feita pela pasta estadual foi no dia 4 de fevereiro.

Para o presidente da Associação dos Advogados do Brasil (OAB) de Suzano, Wellington da Silva, no entanto, essa é uma situação que tem se agravado pelo volume de crimes que são cometidos não só na cidade, mas em todo o País. "Atualmente, o número de violações e crimes está crescendo a cada dia. O Brasil tem hoje a maior população carcerária do mundo. Esse é um problema de segurança pública onde o número de ações do Estado é pequeno e muitas vezes acontece de forma apenas paleativa", falou.

Ainda de acordo com Wellington, a única medida que compete à OAB é checar se os direitos humanos dos detentos estão sendo preservados. "Concordamos e sabemos que existe a superlotação no CDP de Suzano. Mas, a única coisa que nos cabe é fiscalizar e fazer com que os direitos dos cárceres não sejam violados. Já no âmbito processual, damos prioridade para que os processos, sejam eles de punição alternativa, provisória ou definitivas, sejam definidos rapidamente", disse o presidente da OAB suzanense.

Mogi das Cruzes

Em Mogi das Cruzes o cenário é o mesmo. O Centro de Detenção Provisória do município, localizado na Estrada do Taboão, possui as mesmas 844 vagas. Atualmente, o número de detentos no local é de 2.207.

POSICIONAMENTO

Em nota, a assessoria de imprensa da secretaria revelou que essa não é uma situação isolada e que o governo estadual não tem permanecido parado. Desde o início do Plano de Expansão de Unidades Prisionais, foram entregues 16.776 vagas. Até o momento, já foram inauguradas 19 unidades e outros 20 presídios estão em construção.

Ainda segundo a nota, além do programa de expansão e modernização do sistema penitenciário paulista, o governo do Estado também tem investido na ampliação de vagas de regime semiaberto. Dentro deste programa, já foram entregues 7.379 vagas e estão em construção outras 804 vagas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias