Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Centro de Atenção Infantil atenderá 250 crianças; setor contra HIV cadastra 750

27 FEV 2016 - 08h01

Duas novas unidades voltadas para a área da saúde foram inauguradas, na manhã de ontem, pela prefeita em exercício Viviane Galvão (DEM). O Centro de Atenção PsicoSocial Infanto-Juvenil (Capsi), na Rua Tiradentes, 624, no Jardim Imperador, é uma delas e trabalhará com 250 crianças e adolescentes com deficiência intelectual. A outra unidade é a do Serviço de Atendimento Especializado (SAE), que atende pessoas portadoras do vírus HIV, na nova unidade situada na Rua Batista Renzi, 186, Centro, e possui 750 pessoas cadastradas para receber o tratamento da doença.

A primeira unidade inaugurada foi o Serviço de Atendimento Especializado (SAE). A estrutura recebeu investimento de R$ 60 mil para readequação dos espaços, pintura e equipamentos. Apesar de ter sido oficialmente inaugurado ontem, a unidade já vinha prestando o serviço deste no final de 2015.

De acordo com a prefeita em exercício, o novo lugar de atendimento do serviço incentivará que os pacientes procurem o médico. "O paciente tem que reconhecer que tem a doença. O tema sexo sempre é um tabu. Aqui é um lugar tranquilo e garantimos o anonimato das pessoas. Nós reconhecemos mesmo que é difícil. Aqui a pessoa tem acompanhamento médico, social e psicológico", explicou Viviane. A unidade conta com um médico infectologista, um pediatra, um farmacêutico e um auxiliar de farmácia, um assistente social, uma enfermeira, dois auxiliares de enfermagem e um psicólogo.

CAPSI

Já a unidade do Capsi atende crianças e adolescentes com transtornos mentais. De acordo com Débora Panhoto, psicóloga da unidade, o Centro de Atenção trabalha com um médico psiquiátrico, uma enfermeira e dois auxiliares de enfermagem, dois fonoaudiólogos e dois psicólogos. "Estamos com a equipe completa. Aqui vamos realmente trabalhar como Capsi, apesar de que esse atendimento já acontecia antes de termos esta sede. Vamos ter oficinas, atendimento múltiplo profissional e projeto terapêutico discutido em equipe", comentou.

De acordo com o secretário-adjunto de Saúde, Romero Lima, a Prefeitura não investiu na reforma da unidade. "Fizemos a locação do imóvel e, no acordo de aluguel, o proprietário ficou responsável pela reforma. Não houve investimento. O Capsi também está sendo cadastrado no Ministério da Saúde e a Prefeitura vai receber verba de R$ 32 mil mensais para manter o local", explicou.

CONCURSO PÚBLICO

De acordo com Lima, a secretaria está em etapa final na realização do edital para abertura de um novo concurso público. As novas contratações serão na área da saúde. "Ainda não temos o número de vagas e cargos que serão abertos. Um médico infectologista será contratado". O médico será encaminhado para dar apoio do SAE e possivelmente aumentar o número de atendimentos na unidade.

Também participaram das inaugurações o secretário de Saúde, Eduardo Sélio Mendes Junior, e o presidente da Câmara Municipal, Denis Cláudio da Silva (DEM), o Filho do Pedrinho do Mercado, além de outros secretários, vereadores e funcionários da Prefeitura.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias