Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 23 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO

Centro de Referência cadastra e entrega cobertores a moradores de rua

10 JUN 2016 - 08h01

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), da Prefeitura de Suzano, realizou 21 cadastros novos de pessoas em situação de rua que residem no município e fez a entrega de cobertores ontem. A ação social aconteceu às 15 horas na Praça João Pessoa. De acordo com a coordenadora do órgão, Renata Pires, o Creas já possui cerca de 180 moradores cadastrados e a ação tem como objetivo encontrar novos residentes.

O cadastro tem como objetivo identificar as pessoas em condição de rua, os motivos para estarem nessa situação, se possuem família e se têm interesses em ser inseridos no programa de acolhimento, que disponibiliza abrigo e trabalha para a reinserção dos moradores ao mercado de trabalho e no ambiente familiar. Também, devido as baixas temperaturas que toda a região de São Paulo tem enfrentando, o Creas fez a distribuição de cobertores e pelas de roupa para aqueles que precisavam.

A ação social aconteceu também em outros pontos centrais de aglomeração destes moradores e em Palmeiras. O Creas já possui 180 cadastrados.

"Oferecemos o serviço de acolhimento e reinserção familiar. Não adianta nada levar essas pessoas para o abrigo sem a colocá-las de novo no mercado de trabalho, senão elas voltam para cá", explicou Renata. De acordo com ela, cerca de 500 cobertores, outras peças de roupas e calçados, além de kits de higiene, foram adquiridos pela Prefeitura por meio de Emenda Parlamentar.

"Vamos distribuir os cobertores para atendê-los nessa situação crítica de frio. Hoje (ontem) mesmo a mínima é de 6 graus. As roupas e outros produtos entregamos para aqueles que identificamos que precisam", explicou a coordenadora.

Após o morador fazer o cadastro o Creas realiza o trabalho de atendê-los conforme a demanda de cada um. "Identificamos aqueles que têm contato com a família para reinseri-los no meio familiar, se possuem renda ou algum benefício social como o bolsa família, os que não possuem são encaminhados a fazer o cadastro", contou Renata.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias