Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 01 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 01/10/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ
SOUZA ARAUJO

Cetesb vai vistoriar Lagoa do Raposão após denúncia de despejo de esgoto

03 DEZ 2015 - 07h01

Após denúncia de moradores de despejo de esgoto, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) vai realizar uma vistoria na Lagoa do Raposão, no bairro do Sesc. A população local afirma que há uma tubulação, que sai próximo da Avenida Francisco Marengo, despejando resíduos na água, poluindo a lagoa e afetando a fauna da região. Os moradores também ameaçam acionar o Ministério Público (MP).

O local era uma antiga cava de uma empresa de mineração que foi inundada pelo Rio Tietê, que corre ao lado, em um alagamento. Desde então, o local ficou conhecido como Lagoa do Raposão e durante o verão, até recebe alguns moradores que se banham no lago. De acordo com a Cetesb, não havia nenhum registro de reclamação na Agência Ambiental de Mogi das Cruzes, que atende as ocorrências da região.

O morador Joel Rodrigues de Carvalho, que denunciou o despejo, falou que, nesta semana, a área foi visitada por ativistas que lutam contra infrações ao Meio Ambiente. "O esgoto está correndo para dentro do lago. Aparentemente e pela quantidade, parece ser o esgoto no bairro, ou das ruas próximas do bairro", explicou. "Os animais que vivem da mata ao redor utilizam aquele lago. Nossa intenção é procurar o Ministério Público para que o despejo termine. Queremos salvar o local e, no futuro, transformá-lo em um parque de preservação", explicou.

O morador Carlos Roberto dos Santos disse que, às vezes, é possível perceber esgoto. "Não sei se há despejo, mas a tubulação aqui, as vezes quando chove, acaba não suportando e o esgoto sobe. Nesse caso o esgoto acaba chegando ao lado sim", explicou. "Aqui na minha conta de água é descontado o valor do esgoto, a gente espera que esteja indo para uma estação de tratamento", concluiu.

O DS entrou em contato com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) para o parecer da empresa, mas a companhia informou que deve encaminhar a resposta sobre o assunto hoje.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias