Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE

Cobrança nos estacionamentos deverá ser fracionada em 15 minutos

09 FEV 2016 - 07h01

Estacionamentos de Suzano terão de se adaptar a uma lei sancionada pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), na semana passada. O Estado tem até 60 dias para regulamentar a nova lei, que foi publicada na sexta-feira. Com a mudança, os estacionamentos deverão fazer as cobranças fracionadas em 15 minutos e não mais por hora, como é feita atualmente. O valor cobrado nos primeiros 15 minutos deverá ser o mesmo nas frações seguintes e, obrigatoriamente, deverá representar a parcela proporcional ao custo da hora cheia.

"Estamos aguardando chegar alguma notificação. Já estou ciente da mudança, mas acredito que não vai mudar muito pra gente. Acredito que quem vai sentir a mudança serão os clientes. O valor de cada hora deve ficar mais caro", falou Éder Ribeiro Junior, proprietário de um estacionamento na Rua Benjamin Constant. O local possui três tipos de tarifa: R$ 6 uma hora, R$ 3 demais horas, e R$ 4 pelo tempo de 20 minutos. "Já temos uma tarifa para quem estacionar rapidamente, mas com as mudanças teremos que nos adequar a nova lei".

A funcionário de um estacionamento na Rua Monsenhor Nuno, Maria de Cássia, afirmou que já está ciente da mudança. "Ainda está tudo indefinido. Sabemos que vai haver uma mudança na forma de cobrança mais ainda não sabemos qual será o valor dos 15 minutos. Sinceramente acho que não muda nada nem para a gente nem para os clientes, pelo menos é o que eu espero".

Atualmente, em média, os estacionamentos do Centro de Suzano cobram R$ 6 por uma hora e R$ 3 pelas demais horas. Poucos locais possuem tarifa para um período inferior a meia hora.

NOVA LEI

Com a nova lei, os estacionamentos ficam ainda obrigados a ter relógios visíveis ao consumidor, tanto na entrada como na saída.

Quem descumprir as novas regras fica sujeito à advertência e multa que pode ser dobrada, em caso de reincidência. Os valores das multas ainda não foram definidos. Reclamações podem ser feitas no Procon.

Os estabelecimentos devem apresentar placas com o preço devido por permanência de 15 minutos, 30 minutos, 45 minutos e uma hora, além de especificar quais são as formas de pagamento aceitas.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias