Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 26 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 26/09/2020
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
ÚNICCO POÁ

Com a internet, locadoras de filmes perdem espaço em Suzano

20 MAR 2016 - 08h01

Quem nunca foi escolher um filme na locadora para aproveitar o final de semana com a família? Mas, aparentemente, esse costume se perdeu e as locadoras, que eram facilmente encontradas por todo o canto da cidade de Suzano, quase que desapareceram. A pirataria, o filme fácil na internet e canais fechados são os grandes concorrentes.

Hoje, são apenas quatro estabelecimentos com as portas abertas na cidade, e os proprietários contam que as locadoras têm se mantido graças aos clientes fiéis, que não trocam a experiência de escolher um bom filme na locadora.

Uma dessas locadoras, a Cris Vídeo, está no bairro Jardim Colorado e já atende a região há anos.

"O que atrapalhou inicialmente foi a pirataria, que era uma concorrente desleal. Depois veio a internet, além dos canais fechados e agora o Netflix", contou Kellen Cavichioli, de 37 anos, que acompanha a locadora junto com a sua irmã, Renata Cavitioli Sousa, de 40 anos, que é a proprietária.

De acordo com Kellen, a busca por clientes fiéis foi importante para manter o negócio. "Hoje estamos estáveis, dá para manter. Temos nossos clientes que ainda têm prazer de sair em família, escolher um filme e fazer um cinema em casa. Esse é o nosso público", explicou. Outra alternativa para segurar os clientes é o investimento em Blu-ray 3D. "Os clientes querem boa qualidade, além disso, tentamos trazer o quanto antes os filmes em lançamento", explicou.

Apesar dessas alternativas que fez com que a Cris Vídeo conseguisse se manter, outras locadoras não conseguiram o mesmo. O DS circulou pela cidade atrás das antigas locadoras conhecidas no município e registrou que sete estabelecimentos fecharam. Três na Rua General Francisco Glicério encerraram as atividades, sendo que, uma das locadoras pioneiras em Suzano, a Design Vídeo está entre elas. Foram computadas também uma fechada no Centro da cidade, outra na Avenida Mogi das Cruzes, no Jardim Imperador, e duas fechadas no Miguel Badra.

O proprietário da única locadora que sobrou na Rua General Francisco Glicério, a DV Ponto Fun, Marcelo Muto, de 45 anos, também contou que o trabalho hoje em dia é com os clientes fidelizados. "A principal queda veio dos adolescentes. Esses sumiram das locadoras. Parece que eles não têm mais tempo para ver filmes", explicou Muto. Ele informou que os clientes são basicamente famílias e pessoas mais velhas. "Quando abrimos vinham muitas crianças e adolescentes. Hoje não mais", pontuou.

Marcelo falou também sobre os agentes que influenciaram para a perda e extinção das locadoras. "A pirataria sempre foi o concorrente desleal das locadoras. Sentimos a queda gigante há cinco anos, mas agora conseguimos manter", explicou Marcelo, que incluiu a própria pirataria na internet como causador. A locadora dele já tem 12 anos de funcionamento.

Givanio José da Silva, de 43 anos, que tem uma locadora no Miguel Badra Alto, optou por adaptar o serviço prestado. Na sua locadora, a Play Vídeo, existe também um espaço de conveniência com opções de doces e outras guloseimas à venda. "Além de não pagar aluguel, já que o local é meu, o que já é uma facilidade, aqui não tem só filmes, tenho também um espaço de conveniência", contou. Com três mil clientes cadastrados e sete anos de loja, Givanio acredita que o atendimento é o que importa. "O principal é a comunicação. Tratar bem o cliente. Aqui eu trato todos como amigos", contou com bom humor.

Além dessas, há outra locadora na cidade, no Jardim Imperador, que não se interessou em conversar com o DS.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias