Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE

Com calor intenso, mais de 40 pessoas nadam na Lagoa Azul

09 JAN 2016 - 07h00

Apesar de o nado ser irregular, mais de 40 moradores se banhavam ontem na Lagoa Azul, no Jardim Imperador, devido a alta temperatura. O DS foi até o local conversar com os banhistas. Apesar de a área ter placas de "Proibido nadar", os moradores não demonstraram nenhuma preocupação. Somente no segundo semestre de 2015, duas mortes por afogamento no local foram computadas.Os afogamentos na lagoa ocorreram entre agosto e setembro de 2015.

O acesso ao local, que deveria ser proibida, não possuía nenhum impedimento para aqueles que quiserem entrar. A equipe do DS detectou a possibilidade de acesso ao local por um portão aberto na Avenida Senador Roberto Simonsen. A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros alertam os moradores sobre os riscos de afogamento na lagoa.

Ontem, os banhistas se amontoavam dentro da laga para se refrescar e nas encostas junto dos amigos. De acordo com eles, o local é o único meio de lazer dos jovens, que não possuem acesso à piscinas. "Dá um pouco de medo de se machucar. Em algumas partes tem algumas latas no chão e eu já quase cortei o pé. Além do receio de pegar alguma doença. Mas eu moro aqui no bairro e todo mundo vem para cá. É a nossa única diversão", contou Everton da Silva, de 21 anos, que nadava na lagoa.

Com medo de se afogar, o morador Geneton Costa da Silva, de 22 anos, nada com colete salva-vidas. "Venho sempre para cá. Como não sei nadar, uso o colete", contou. Silva explica que nunca sofreu acidente, mas que já ouviu falar das mortes no local. "Dizem que em algumas partes, o lago puxa a gente para baixo. Por isso nado mais próximo da costa", contou.

Até crianças nadam na Lagoa Azul. De acordo com o pedreiro, Cláudio Francisco Barbosa, de 32 anos, ele traz com frequência as suas duas filhas para se refrescarem. "Uma tem 7 (anos) e a outra 10. Elas adoram vir para cá e eu as trago sempre. Em dezembro eu perguntei se elas queriam ir para a praia ou para a lagoa, e elas escolheram a Lagoa Azul", comentou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias