Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 24 de novembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/11/2020
Reisinger Ferreira
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MULTI 2020 NOV
ERICA ROMÃO
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Cidades

Com sete meses de pandemia, população ainda mostra dificuldades com máscaras

Proteção incomoda e causa falta de ar nas pessoas

Por Daniel Marques - de Suzano21 OUT 2020 - 15h14
Com sete meses de pandemia, população ainda mostra dificuldades com máscarasFoto: Jackeline Lima/Divulgação
Quase sete meses após o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a população de Suzano ainda tem dificuldades para se acostumar com o uso de máscaras de proteção no rosto. A proteção incomoda e causa falta de ar nas pessoas.
 
A necessidade do uso em locais públicos, a fim de aumentar a proteção contra o vírus, se sobrepõe à vontade da maioria das pessoas, que é de largar as máscaras e sair com o “rosto limpo” de casa. 
 
O DS foi às ruas de Suzano, para saber como as pessoas estão se virando com a proteção durante este período. Os relatos dão conta de que, de fato, é muito difícil de se acostumar. Tanto que dentro de casa, apesar de estarem com outros membros da família por perto, todos os entrevistados admitiram que não usam a proteção.
 
“Concordo com o uso, mas quase não fico com ela no rosto porque tenho asma. Só coloco mesmo quando saio de casa”, diz a dona de casa Zaine de Lima, 22.
 
A estudante Mônica Cavalcanti, 40, reconhece que precisa usar a máscara para evitar o vírus e diz que até reveza as máscaras. Porém, ela afirma que também só usa porque é obrigatório.
“Dentro de casa geralmente não uso. Só na rua, e é meio complicado. É obrigatório para proteção da gente e dos outros. Apesar de não gostar, tem muita mascara lá em casa e eu sempre revezo: chego em casa, lavo, seco e uso a outra”, conta.
 
“Dentro de casa não uso. É meio chato usar máscara hoje, não tem como se acostumar. Acho que não vou conseguir me acostumar”, afirma o ajudante Carlos Daniel, 18.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias