Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 24 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 23/10/2020
Pmmc Sarampo Outubro
PMMC MULTI 2020
Reisinger Ferreira
ÚNICCO POÁ
PMMC COVID VERDE

Comércio prevê aumento de 40% nas vendas por conta do Dia dos Pais

28 JUL 2016 - 08h01

Os comerciantes acreditam que as vendas para o Dia dos Pais, que será celebrado no segundo domingo de agosto, dia 13, será de pouco lucro. Os lojistas apontam o crescimento nas vendas em 40% se comparado aos demais meses sem datas comemorativas do ano. Apesar disso, em comparação a mesma data do ano passado, os comerciantes acreditam que não haverá aumento nas vendas.

Isso foi o que contou o gerente de um loja de calçados, na Rua General Francisco Glicério, Ricardo Russo, de 23 anos. De acordo com ele, a loja deve manter o lucro de vendas igual ao último ano. "Estamos lutando para empatar com o ano passado. Comparado ao ano passado, tivemos quedas nas vendas em todos os meses, com exceção de maio e junho. Devido ao frio, as pessoas compraram blusas e calçados, não por consumismo, mas por necessidade", explicou

De acordo com Ricardo, apesar da queda nas vendas, o Dia dos Pais garante pelo menos 30% a mais de lucro que nos meses comuns. "Vamos colocar uma faixa na frente da loja, chamando os clientes", comentou.

O mesmo cenário é aguardado pelo gerente de uma loja de roupas masculinas, também situada na Glicério, Leandro Lima de Freitas, de 31 anos. "Se a gente conseguir manter o lucro do ano passado, já está bom. Crescimento, este ano, não está tendo. Mas o Dia dos Pais, para a gente, é uma das melhores datas do ano, que ao menos tenhamos a mesma situação do último ano", explicou. Comparado aos demais meses, Freitas estima aumento de 30 a 40% nas vendas.

Já a gerente Amanda Matos da Silva, de 21 anos, aponta que o crescimento em sua loja de roupas deve ser apenas 2% maior que nos demais meses. "Porque não trabalhávamos com as peças masculinas antes. E também, o Dia dos Pais não é tão valorizado como outras datas, ou o Dia das Mães", comentou. Para ela, a venda de peças mais simples, como camisetas e calças é a aposta. "No Dia dos Pais, as pessoas procuram não gastar muito e optam por opções mais baratas", comentou.

De acordo com o presidente da Associação Comercial e Empresarial (ACE) de Suzano, Neder Romanos, o aumento nas vendas comparado a 2015 ficará, por exemplo, com lojas que vendem pequenas lembranças. "Estimamos aumento de 10% das vendas em relação do ano passado, para o comércio que vendem itens de valores mais baixos. Em alguns mercados conseguir empatar com o último ano, já é uma vitória", explicou.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias