Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 31 de maio de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/05/2020
PMMC HOSPITAL DE CAMPANHA
DIARIO DE SUZANO SOLIDÁRIO
PMMC RETOMADA

Coronavírus obriga Suzano a se antecipar com abertura de 300 sepulturas temporárias

Segundo a Prefeitura, o objetivo é o de atender à população em eventual necessidade de aumento repentino

Por Marcus Pontes - de Suzano10 ABR 2020 - 05h00
Cemitérios de Suzano vão receber mais sepulturas para uma eventualidadeFoto: Arquivo/DS
Em meio à pandemia do novo coronavírus, com o crescente número de mortos devido a doença na região - atualmente 12 óbitos causados pela doença-, Suzano construirá 300 novas gavetas temporárias nos cemitérios da cidade. 
 
Segundo a Prefeitura, o objetivo é o de atender à população em eventual necessidade.
 
A Secretaria de Administração disse, ainda, que 160 vagas estão disponíveis para sepultamentos.
 
Número
 
O número, porém, não inclui os editais de exumação com prazos vencidos. Ou seja, a quantidade pode aumentar ainda mais. 
A medida não é uma exclusividade no município. 
 
O prefeito de Mogi das Cruzes, Marcus Melo (PSDB), admitiu, durante uma live, para comentar os casos de Covid-19 na cidade, a abertura de 600 novos jazigos no Cemitério da Saudade, em Braz Cubas. O prazo é o de concluir as obras em 30 dias. 
 
Preparação
 
A Prefeitura reconheceu que o intuito é o de preparar o município para um aumento repentino, mas não esperado de mortes provocadas pelo novo coronavírus. Além disso, a medida adotada vai ao encontro de diminuir o déficit de vagas nos cemitérios da cidade devido o crescimento populacional das últimas décadas.
 
Velórios
 
Conforme publicado pelo DS, o Covid-19 'obrigou' 49 famílias a velarem entes falecidos de uma maneira diferente.
 
Caixão lacrado e um visor separavam o último adeus. 
 
A mudança é uma das formas de prevenção à proliferação da doença na cidade. Segundo a Prefeitura de Suzano, em caso de óbito pela doença, a orientação é que o sepultamento proceda de forma direta com caixão devidamente lacrado, a fim de evitar o máximo possível de chances de contaminação. 
 
Alteração
 
Também houve alteração quanto as exigências para realizar uma cerimônia no Velório Municipal. Por exemplo, o espaço passou a funcionar das 6h30 às 16h30, com dois boxes - são seis no total. Dentro dos espaços, no máximo, 10 pessoas podem ficar no local. E a cerimônia não pode ultrapassar em duas horas. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias