Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 25 de maio de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 22/05/2020
DIARIO DE SUZANO SOLIDÁRIO

Defensoria Pública de SP descarta implantação de unidade em Suzano

Atualmente o serviço de defensoria é realizado pela OAB do município. Órgão descarta defensoria

Por Carolina Rocha - de Suzano20 FEV 2020 - 21h30
OAB de Suzano mantém o atendimento que pertenceria à Defensoria PúblicaFoto: Sabrina Silva/DS
A Defensoria Pública de São Paulo descarta a possibilidade de implantar uma sede da instituição em Suzano. A informação foi divulgada pelo órgão através da assessoria de imprensa. Segundo a defensoria, não há previsão de que uma unidade seja inaugurada no município. O órgão reiterou que a cidade nunca teve uma sede da defensoria, e que "o que houve recentemente, e de forma pontual, foi um atendimento da Defensoria a familiares e vítimas do ataque ocorrido na Escola Estadual Professor Raul Brasil". 
 
O serviço de defensoria pública é realizado pela Ordem dos Advogados do Brasil de Suzano (OAB Suzano), e atende cerca de 200 pessoas por semana. Os atendimentos são feitos diariamente de segunda a quinta-feira das 8h40 às 11 horas. 50 senhas são distribuídas no início de cada expediente e aproximadamente 300 advogados realizam essa assistência. 
 
De acordo com o presidente da OAB, Wellington da Silva Santos, "a maior parte dos casos tratados pela defensoria é relacionada à família, como pensão alimentícia, guarda dos filhos e divórcio. Em seguida, aparecem casos nas áreas civis e criminal."
 
Atualmente, Suzano não possui uma sede da defensoria pública. Por este motivo, a OAB (por meio de um convênio estadual), realiza este trabalho. Os advogados que prestam esse serviço precisam atender a uma série de requisitos, como manter um escritório na cidade, e podem optar por uma das seguintes áreas de atuação: cível, criminal, júri, infância e juventude cível, infância e juventude infracional, plantão e plantão em dias não úteis.
 
Quanto aos requisitos para receber este atendimento, o presidente explicou que é necessário ser morador de Suzano e que o processo a ser tramitado seja referente à cidade. Ter o mínimo de documentação pessoal e possuir renda inferior a três salários mínimos. A papelada referente ao caso a ser tratado também deve ser entregue. Após receber todos os documentos necessários, os pedidos passarão por uma análise preliminar e então entregues ao advogado que se encarregará do caso.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias