Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 30 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 30/09/2020
Pmmc Sarampo
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
SOUZA ARAUJO
ÚNICCO POÁ

Deputado cobra explicações de Alckmin sobre suspensão de licitação

12 NOV 2015 - 07h01

Um dia depois de o governo estadual publicar no Diário Oficial do Estado (DOE) o cancelamento da licitação para a conclusão da Avenida Governador Mario Covas Junior, a Marginal do Una, o deputado estadual Estevam Galvão (DEM), solicitou esclarecimentos sobre a medida ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), ao secretário estadual de Logística, Duarte Nogueira e ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Até o final da tarde de ontem, Estevam ainda não havia recebido nenhum posicionamento dos respectivos órgãos. Segundo a assessoria do deputado, foram solicitadas informações técnicas ao secretário estadual e ao DER. Já para Alckmin, um posicionamento sobre o início das obras foi cobrado. Conforme publicado pelo DS ontem, Estevam protocolou uma emenda ao orçamento estadual para custear o início das obras do Rio Una. Segundo ele, caso aprovada, a emenda garantirá R$ 20 milhões para custeio dos trabalhos.

A licitação que previa canalização, pavimentação, drenagem e sinalização, foi revogada porque é necessário alterações no edital. Até antes de ser cancelada, a obra estava orçada em R$ 75 milhões. O valor da obra foi o motivo da suspensão da licitação, já que o departamento estadual explicou que como a licitação é do ano passado, é necessário um reajuste. O DER afirmou que um novo edital de licitação está sendo elaborado. A publicação deste novo documento deve acontecer "em breve".

O sistema viário de Suzano será diretamente impactado com a obra, uma vez que todo o trânsito central terá direcionamento direto para a Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31). Além disso, a conclusão da Marginal garantiria fluidez no trânsito local, além de ajudar no desenvolvimento da região. "O projeto executivo e a licitação para contratação da empresa responsável pelas obras já estão prontos. Precisamos garantir recursos para a realização da obra e a emenda que apresentamos ao orçamento do Estado para 2016 prevê isso", completa Estevam.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias